Quer emagrecer? Nutricionista faz lista com cinco coisas que você precisa abandonar com urgência

0

Fazer dieta não é uma tarefa fácil. Para conseguir perder peso e ganhar massa magra, você precisa ficar atento aos vilões da alimentação.

De acordo com a nutricionista esportiva Priscilla Lima, o segredo do sucesso está na variedade e no equilíbrio. “As refeições devem ser balanceadas, com quantidades adequadas de proteínas, carboidratos e fontes de gordura boa”.

Confira uma lista de cinco comportamentos prejudiciais para a dieta de quem quer emagrecer. Confira:

1 – Escolha da sobremesa: depois do almoço ou jantar vem sempre aquela vontade de comer doce, mas você deve se controlar. “Geladinhos e picolés de frutas sem açúcar ou a própria fruta pode ser uma opção”, indicou Priscilla. Ela ainda lembrou que se você não resiste a um chocolate o ideal é optar pelas opções de meio amargo ou amargo.

2 – Preparo dos alimentos: você precisa ter atenção a higienização e preparo da refeição, para evitar doenças e não sair da dieta. “Não adianta comer um frango se ele for banhado em óleo, pois isso além de prejudicar a saúde acaba tendo efeito contrário do que se espera de um alimento saudável”.

3 – Alimentos industrializados: a correria do cotidiano faz com que muitas pessoas comprem refeições prontas no supermercado, mas é preciso ter cuidado com os industrializados. “Alimentos como o macarrão instantâneo (o miojo) devem ser evitados, devido a sua ausência de nutrientes e riqueza em gorduras”.

4 – Dia do lixo: será que pode passar a semana toda na dieta e extravasar no fim de semana? De acordo com Priscilla, é preciso ficar atento a diferença entre o dia do lixo e uma refeição lixo (livre) uma vez na semana ou no mês. “Passar um dia inteiro comendo doces, frituras, refrigerantes e bebidas alcoólicas, o famoso ‘dia do lixo’, pode dificultar muito os resultados da dieta, porque são alimentos pobres em nutrientes. Já manter uma refeição livre na semana ou uma/duas vezes no mês é menos prejudicial, pois pode contribuir com o andamento da dieta, evitar deslizes, excessos e até mesmo prevenir o desenvolvimento de uma compulsão alimentar”.

Vale lembrar que a escolha entre dia do lixo ou refeição livre depende muito do seu objetivo e comprometimento com a dieta. Você precisa analisar o quanto está disposto a abrir mão por um determinado período até alcançar a meta estabelecida.

5 – Consumo de cerveja: Estou fazendo dieta preciso parar de consumir álcool? Calma, a nutricionista explicou que depende muito da bebida escolhida. “Algumas bebidas alcoólicas são bem calóricas e podem sim contribuir com o aumento de peso e desenvolvimento de doenças se consumido em excesso. O álcool possui calorias vazias em sua composição, dificulta a absorção de nutrientes e, consequentemente, prejudica o ganho de massa magra”.

Não consegue parar de beber? Busque reduzir o consumo e optar por vinhos, pois como explicou a nutricionista é uma bebida que traz benefícios ao organismo se consumido em quantidade adequada, pelo seu teor de compostos naturais de plantas, os fitoquímicos.

E a cerveja? Você pode tomar, assim como o vinho, de forma moderada. Intercale o consumo de cerveja com o de água ou água de coco, para manter a hidratação do organismo, e tente maneirar o consumo de carboidratos no dia que for “tomar uma”, pois a cerveja fornecerá esse nutriente. As cervejas puro malte são consideradas a melhor opção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here