Sindicato aceita proposta mas parte da categoria quer parar

0

A diretoria do Sindicato dos Rodoviários aceitou a proposta dos patrões apresentada em reunião na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), nesta segunda-feira, 26. Após assembleia realizada na sede do Sinergia, nas Sete Portas, parte da categoria decidiu aceitar o acordo. No entanto, alguns rodoviários insatisfeitos abandonaram os veículos e se concentram no local, dispostos a deflagrar a greve.

De acordo com a Transalvador, outros pontos da cidade também estão complicados por causa dos rodoviários. Na estação mussurunga os funcionários pararam por volta das 14h40 e ainda não voltaram a circular.  Os passageiros deixam o terminal a pé. Também não há ônibus na estação da Lapa e Pirajá.

650x375_rodoviarios-greve_1415946

A reportagem do Portal A TARDE tentou falar com Hélio Ferreira, presidente do Sindicato dos Rodoviários, mas não obteve contato. Já Daniel Mota, diretor de imprensa, informou que Hélio daria uma entrevista coletiva ainda nesta tarde para explicar a situação.

O rodoviário Luciano Ramos, que faz parte da oposição, argumentou que a proposta dos patrões foi aprovada em uma reunião fechada com apenas 40 pessoas do sindicato, no primeiro andar do Sinergia, enquanto a categoria esperava a assembleia.

O vice-presidente, Fábio Primo, confirmou a aprovação das reivindicações: “é o maior reajuste do norte e nordeste”. Ele atribui a retirada dos ônibus da rua a oposição.

Os patrões ofereceram 9% de reajuste salarial e ticket refeição e redução na jornada de trabalho de 8h para 7h, com descanso de 20 minutos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here