Polícia Militar reforça fiscalização de materiais de vendedores ambulantes nos acessos aos circuitos

0

Os 42 portais de abordagem da Polícia Militar instalados nos acessos aos circuitos do carnaval tiveram o trabalho de revista de materiais de vendedores ambulantes intensificado. A medida é adotada após a ocorrência que resultou em três pessoas baleadas no circuito Campo Grande. O fato ocorreu na noite de domingo (3), por volta das 23h, nas imediações do Relógio de São Pedro.

A notícia continua após esta Publicidade

De acordo com a Polícia Militar da Bahia, a arma chegou ao circuito escondida entre os produtos que seriam comercializados na festa. O suspeito, já identificado e preso, escondeu o revólver dentro do isopor que a mãe utilizaria para vender cerveja.

Segundo o comandante da coordenadoria de operações militares (COPPM), coronel Paulo Uzeda, a revista já vem sendo realizada desde o início do carnaval, mas o Campo Grande possui características que aumentam o nível de dificuldade do trabalho. “Essas áreas não são consideradas estéreis porque existem moradores, comerciantes e os ambulantes que muitas vezes chegam antes do serviço de revista ser iniciado. Existe uma dificuldade grande, mas que iremos superar”.

Para isso, o coronel ainda destaca que foi solicitado aos órgãos da prefeitura municipal, como Semop e Guarda Municipal, que também atuem no trabalho de fiscalização no sentido de reduzir o risco de que ocorrência como esta volte a acontecer.

Coronel Uzeda aproveitou para ressaltar que a redução nos índices de casos de violência no carnaval de Salvador comprovam a seriedade e qualidade do trabalho realizado pela Polícia Militar. “Temos uma sensação de paz que permeia todos os circuitos da festa neste carnaval. A nossa atuação com as patrulhas tem sido o mais discreta possível para não interferir no andamento da festa. Nós estamos colocando as patrulhas mais lateralizadas para que as pessoas não sejam espremidas na festa. Estamos tentando manter todo esse nível de tranquilidade e segurança”, explica.

Suspeito

A Polícia Militar informou que o homem responsável pelos disparos no circuito do Campo Grande é conhecido como “Fábio da Candelária” e já tinha passagem na polícia. O suspeito está mapeado como membro de uma facção que atua na Vila Moisés, no bairro da Engomadeira, e após a prisão foi encaminhado para a Central de Flagrantes, localizada no Centro da cidade.

Vítimas

As três vítimas baleadas foram encaminhadas para unidade de saúde e nenhuma delas apresentava lesões graves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here