Primeiro gol do Brasil na Copa do Mundo 2014 foi Contra

0

Em dez minutos, Marcelo conseguiu fazer história na Copa do Mundo. Mas não foi por um recorde positivo. Aos 10 do primeiro tempo, o lateral-esquerdo do Real Madrid se tornou o primeiro jogador a fazer um gol contra pelo Brasil na história da competição. Sorte da Croácia, que saiu em vantagem no placar, na partida inaugural disputada no estádio Itaquerão, nesta quinta-feira, em São Paulo.

Embora viva grande fase no Real Madrid e seja de confiança de Felipão, Marcelo começou com o pé esquerdo na Copa. Foi com ela que o camisa 6 do Brasil colocou a Croácia em vantagem na primeira partida do Mundial.

O lateral-esquerdo acabou traído por um desvio do jogador croata após um cruzamento rasteiro da esquerda. O leve toque do rival fez com que Marcelo, ao tentar afastar o perigo, empurrasse a bola para a rede de Julio Cesar com o pé de apoio. Para amenizar a falha de Marcelo, Neymar conseguiu o empate para o Brasil ainda no primeiro tempo, após boa roubada de bola de Oscar na intermediária.
marcelo

O gol de Marcelo foi o 37º contra da história das Copas. Foi também apenas o segundo gol contra numa partida de abertura de um Mundial: o primeiro, ironicamente, beneficiou o Brasil na partida contra a Escócia, em 1998, na França. Foi justamente o gol que deu à equipe então comandada por Zagallo a vitória sobre os britânicos (2 a 1).

O Mundial da França foi também o que mais teve “jogadas contra o patrimônio” (seis), todos ocorridos na primeira fase. Aliás, o estágio inicial da Copa é o que mais registra gols contra. O Brasil também se beneficiou do azar alheio em 1950, na goleada por 6 a 1 sobre a Espanha, na fase final. O mais perto da disputa do título em que houve um gol contra foi em 1938, também na França, quando a Suécia “deu” um gol para a Hungria, numa derrota por 5 a 1.

Apenas dois Mundiais, 1962 e 1990, não registraram gols contra. Bulgária, Espanha e México, ambos com três, são os campeões dos gols contra. Mas nenhum erro desse tipo teve tanto impacto quanto o marcado pelo colombiano Andrés Escobar em 1994, determinante para uma surpreendente derrota da Colômbia, então cotada até para disputar o título, para a amadora seleção dos EUA.

A derrota determinou a eliminação dos colombianos ainda na primeira fase do torneio e Escobar foi assassinado dias depois, num crime supostamente “encomendado” pela máfia de apostas na Colômbia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here