Acusado de aplicar golpes em mais de 2 mil pessoas é soto por falta de juiz em Sergipe

0

A ausência de um juiz criminal decorrente do recesso na Justiça fez com que o titular da 2ª Delegacia Metropolitana em Aracaju, Joel Ferreira, liberasse o baiano acusado de estelionato André Luiz Mascarenhas dos Santos Tanan, de acordo com informações do A Tarde. A expectativa é que, com a retomada dos trabalhos na segunda-feira (9), o preso volte para a cadeia. Ele é natural de Iaçu e, nos últimos quatro anos, aplicava golpes com falsa promessa de emprego que teria lesado mais de duas mil pessoas e obtinha um lucro de aproximadamente R$ 500 mil, segundo a polícia sergipana. Depois de prestar depoimento e ser reconhecido por várias testemunhas, o rapaz foi liberado pelo delegado, que ficou indignado com a situação inusitada. A polícia chegou a André por meio de denúncias de pessoas que se sentiram lesadas. O acusado  postou em sua página no Facebook a informação de que não está preso. “A imprensa é livre para falar o que quiser e arcar com as consequências”, afirmou em postagem. Se recapturado e condenado, ele pode cumprir penar superior a 15 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here