Chef de cozinha é demitido após assediar colega e enviar ‘nudes’

0

Um chef de cozinha foi demitido por justa causa depois de assediar uma colega de trabalho e enviar “nudes” durante o expediente. A determinação, divulgada nesta terça-feira (28), foi dada pelo Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT), onde o processo tramita em segredo de justiça.

Além do envio das imagens pornográficas, o funcionário foi denunciado por insinuar que ele a colega deveria ter relações sexuais no ambiente de trabalho. Para comprovar os fatos, uma sindicância foi aberta, os envolvidos no caso foram ouvidos e, após as constatações, a empresa atestou o assédio.

À Justiça, o chef questionou a decisão e afirmou ter um relacionamento com a funcionária. Apesar disso, o restaurante ressaltou que, mesmo assim, o envio das fotos durante o horário de trabalho não é permitido. A demissão do homem foi feita de forma correta, de acordo com o desembargador Edson Bueno, relator do processo.

“A decisão de origem que não reverteu a justa causa não merece reparos, até porque se o estabelecimento permitisse tais atitudes entre seus empregados a reputação do local turístico de respeito seria desmoronada”, diz trecho da sentença. A indenização solicitada pelo acusado por danos morais foi negada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here