Grávida é torturada e morta pelo companheiro por ciúmes e suspeita de traição

0

Uma mulher grávida foi torturada e morta pelo companheiro na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. A vítima tinha 28 anos e foi identificada como Fabiane Desiderio Lopes. O corpo apresentava sinais de facadas e escalpelamento. O responsável pelo crime com requintes de crueldade é o companheiro de Fabiane, que confessou à polícia.

O crime foi registrado na Delegacia de Polícia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e o suspeito foi preso preventivamente nesta quinta-feira (18) à noite, de acordo com informações do portal Extra.

A notícia continua após esta Publicidade

Ainda conforme o portal, o corpo de Fabiane foi encontrado nas proximidades de um hospital da cidade. O companheiro dela, de 29 anos, não teve a identidade revelada. Em depoimento, ele afirmou à polícia que pegou um táxi com a vítima e teria deixado ela sentada numa cadeira na unidade de saúde. O delegado afirmou que a mulher estava “praticamente morta” ao ser abandonada diante da unidade de saúde, após ter sido “torturada por horas”.

“Ele [o autor do crime] primeiro alegou ao taxista que a vítima tinha caído da escada, mas o motorista não acreditou nessa versão porque ela estava muito machucada, praticamente morta. O autor do feminicídio disse então que ela tinha tentado fazer um aborto e, por ele não aceitar isso, a agrediu. O taxista é uma testemunha do fato, ele viu que o homem era violento e ficou assustado, colaborou depois, identificando o autor”, afirmou o delegado responsável pelo caso.

O delegado informou ainda que durante o depoimento o autor do crime disse que agiu por sentir ciúmes e ter descoberto uma suposta traição. O homem foi autuado por feminicídio. Os irmãos do companheiro de Fabiane também foram presos, de acordo com o delegado, em uma operação conjunta, já que eles estavam sendo investigados por tráfico de drogas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here