Investigador da Polícia Civil, “Xuxa” é morto por mulher em Camaçari

0

O investigador da Polícia Civil, Roberto Neves, conhecido como “Xuxa”, foi morto a facadas na noite desta sexta-feira (30/11), em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Segundo informações iniciais, extraoficiais, ele foi esfaqueado após discussão com uma mulher. A delegada Titular da 26ª Delegacia Territorial (DT/Abrantes), Danielle Monteiro, foi chamada para o local junto com uma viatura do Serviço de Investigação de Local de Crime (Silc) para o levantamento cadavérico.

A Polícia Civil ainda não sabe o motivo do homicídio e também procura entender se o agente tinha alguma relação amorosa com a suspeita, que foi presa momentos depois de tudo acontecer. Os detalhes sobre onde e como tudo ocorreu ainda estão sendo levantados e devem ser esclarecidos com o depoimento da mulher.

“Xuxa” era lotado na 26ª DT e conhecido pelo forte combate ao tráfico de drogas. Por conta disso, chegou a ser ameaçado por Cássio dos Santos, o “Cassinho”, um dos homens mais perigosos de Camaçari.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here