Jovem achada morta em condomínio de luxo disse em áudio que se mataria

0

O advogado do namorado da jovem Gabrielly Teixeira Santos, de 20 anos, achada morta dentro do condomínio de luxo em Bertioga, no litoral de São Paulo, afirmou que entregará dois áudios de Whatsapp, em que a jovem afirma que iria se matar. A defesa afirma que fará a entrega à Polícia Civil, nesta sexta-feira (12).

Até o momento, o rapaz, que já foi ouvido, não é considerado suspeito de cometer o crime. De acordo com o ‘G1’, a polícia trabalha com a hipótese a situação tenha sido forjada para simular um suicídio. O homicídio, portanto, não foi descartado.

A notícia continua após esta Publicidade

O corpo da jovem foi encontrado no sábado (6) com uma corda no pescoço, pendurada, mas não suspensa, no galho de uma árvore em um matagal na Riviera de São Lourenço. Para a polícia, a jovem morreu nas primeiras horas do dia 1º de janeiro.

Ela estava no condomínio porque naquele dia o namorado, que é DJ, tocaria numa festa de réveillon. No local, testemunhas afirmam que viram a dupla brigando em diferentes oportunidades. O rapaz de 30 anos é também empresário e publicitário. Em depoimento à polícia, após o corpo dela ter sido localizado, o rapaz afirmou que os dois discutiram por ciúmes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here