Major que executou esposa dentro de escola é exonerado do Corpo de Bombeiros

0

O major Valdiógenes Almeida Cruz Junior, que executou a esposa dentro de uma escola em Castelo Branco não faz mais parte do Corpo de Bombeiros. Ele foi exonerado do cargo. A exoneração foi publicada no Diário Oficial da Bahia no último dia 17 de maio. Valdiógenes e Sandra Denise estavam casados há 21 anos e os dois têm uma filha adolescente.

Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado. De acordo com a polícia, o crime teria sido motivado por ciúmes. O major teria descoberto mensagens da esposa em seu celular e após uma discussão na Escola Municipal Esperança de Viver, atirou fatalmente na professora. O major segue custodiado no Batalhão de Polícia de Choque, em Lauro de Freitas.

A morte da professora reacendeu a discussão da violência dentro das escolas da capital baiana. Debates acerca do combate à violência contra a mulher não foram exclusivos ao tema. Falta de segurança nas unidades escolares voltou a ser o foco das reuniões entre professores, principalmente nas escolas localizadas em bairros populares.

RTEmagicC_8a4754176b.jpg

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here