‘Minha única filha’, diz mãe de menina atingida por bala perdida na Bahia

0

“Eu não sei quem são as pessoas, nem a razão do tiroteio. Só sei que tive minha única filha vítima dessa tragédia”, lamenta a advogada Ingrid Pimentel, mãe da menina de 11 anos que foi atingida por uma bala perdida durante um tiroteio na praça de Barra do Pojuca, distrito de Camaçari, região metropolitana de Salvador.

O caso ocorreu na noite de sexta-feira (24). Nesta segunda-feira (27), a Maria Eduarda segue internada em estado grave no Hospital do Subúrbio, na capital baiana. Segundo a mãe da criança, a menina passou por uma cirurgia e aguarda recuperação para ser submetida a um novo procedimento.

menina_11anos

De acordo com Ingrid, o tiro atingiu o estômago, o fígado e o baço da criança.

“O estômago foi reeestabelecido, o fígado teve que tirar um pedaço. O baço foi retirado totalmente. A cirurgia foi interrompida porque ela tinha perdido muito sangue, precisando que o organismo dela se reestabeleça para que possa ser novamente levada à sala de cirurgia”, disse a mãe da vítima.

I”O estado dela não é simples, é grave, mas estável, porque ela está sob efeito de medicações e monitoração de aparelhos”, afirma Ingrid.

Caso
A criança foi atingida por um tiro na região da barriga, quando estava com o pai  na praça da cidade, durante os festejos juninos. O caso é investigado pela Delegacia de Monte Gordo, distrito de Camaçai. A delegada responsável, Aimara Vacani, disse que a investigação está em andamento.

A mãe da criança, a advogada Ingrid Pimentel, disse que a filha foi com o pai para a praça para poder brincar com fogos de São João e fo baleada.

“Ela foi para a praça com o pai para soltar bomba. Quando lá estavam, em meio às crianças soltando bomba, foi quando o pai percebeu uma pessoa cair ao lado. Ele tentou se abaixar com ela para poder se abrigar do tiro. Ele percebeu que ela já tinha sido baleada e a gente correu para pedir socorro”, diz a mãe.

A menina foi socorrida pelos pais para o Hospital Menandro de Faria e depois transferida para o Hospital do Subúrbio. A polícia ainda não tem informações de quem pode ter feito o disparo e nem o motivo da ação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here