Mulher é presa por estelionato e favorecimento à prostituição

1

A polícia prendeu em flagrante por estelionato e favorecimento à prostituição, Valdete Costa de Oliveira, de 30 anos, nesta quinta-feira(24), na Federação, na capital baiana. “Eu não imaginava que funcioanava uma casa de prostituição ali”, disse uma moradora quando viu a movimentação da polícia.

Foram apreendidos vários aparelhos eletrônicos de informática, televisão, telefones, celulares, roupas e produtos eróticos, aém de uma pequena quantidade de maconha e cocaína. Também foram apreendidos mais de 50 cartões de crédito, quatro identidades falsificadas (todas com fotos de Valdete) e um carro importado modelo Citroën Aircross.
Além dos materiais apreendidos, três mulheres – uma delas é irmã de Valdete-, foram levadas para a delegacia. “Eu vou conversar com as meninas para saber se elas são possíveis provas de favorecimento à prostituição”, disse a delegada platonista da 6ª Delegacia (Brotas), Mônica Piropo.
De acordo com Valdete, ninguém morava na casa, as meninas estavam passando uns dias no local. Mas o investigador Paulo Portela disse que ela trabalhava como “empresária do sexo”. Além disso, o investigador informou que Valdete já foi presa por estelionato e ela fazia parte de uma quadrilha que atuava até em Brasília. “A informação é que aqui era uma casa de prostituição e que ela (Valdete) dava derrame na praça”, revelou.
As quatro mulheres juntamente com os materiais apreendidos foram levados para a 6ª Delegacia. Valdete será autuada por estelionato e favorecimento à prostituição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here