Primeira dama é presa após operação da MP

0

O prefeito de Limeira, Sílvio Félix (PDT), negou conhecer qualquer irregularidade praticada por sua mulher, Constância Félix, para desvio de recursos públicos no município do interior de São Paulo. Constância foi presa na madrugada desta quinta-feira (24) em uma operação do Ministério Público. Ela é investigada por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, sonegação fiscal, furto qualificado e falsidade ideológica. Os valores da lavagem de dinheiro, segundo o MP, podem ultrapassar R$ 20 milhões.

Dois filhos de Constância (Mauricio e Murilo Félix) e duas irmãs dela (Verônica Dutra Amador e Lucimar Berberti Dutra) também foram detidos por policiais civis durante a operação. Ainda segundo o MP, o assessor político do prefeito Sílvio Félix, Carlos Henrique Pinheiro, também foi preso. As investigações apontam que o contador Daniel Henrique Gomes da Silva e Lucélia Baliani eram laranjas do esquema investigado. Gomes da Silva também trabalhava para o prefeito de Limeira. Foram presos ainda Isaias Ribeiro e Maria Alves de Sousa. O prefeito de Limeira convocou uma entrevista coletiva à imprensa na tarde desta quinta para comentar as prisões.

A operação apreendeu documentos e computadores nas casas dos suspeitos e todos foram levados para a Delegacia Seccional de Limeira. Nesta manhã, Constância e suas irmãs foram transferidas para a cadeia de uma outra delegacia da cidade, após passarem por exames no Instituto Médico-Legal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here