STF nega liberdade para o goleiro Bruno

0

O goleiro Bruno Fernandes vai continuar preso. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, negou pedido de liminar impetrado pela defesa do réu pedindo a liberdade para o ex-atleta, enquanto não acontece o julgamento sobre desaparecimento e morte de Eliza Samudio,informa o Jornal do Brasil. Na decisão, o ministro declarou que não há nada a prover, pois a nova solicitação do advogado Rui Pimenta não tem inovações em relação à petição inicial. Há cerca de 15 dias, o defensor havia afirmado que Bruno poderia deixar a penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, ainda em setembro. No entanto, o pedido de soltura foi novamente negado pelo STF. Bruno, o primo dele, Sérgio Rosa Sales, e o amigo Macarrão, foram pronunciados por homicídio triplamente qualificado, sequestro, cárcere privado e ocultação de cadáver. Ainda de acordo com o JB, o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, vai a júri popular pelos crimes de homicídio e ocultação de cadáver. O ex-atleta, Macarrão e Bola, seguem presos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here