Suspeito de matar taxista em Tancredo Neves é preso

0

Investigadores da 11ª Delegacia Territorial de Tancredo Neves prenderam na noite desta segunda-feira, 27, o traficante Yuri Machado Celestino, de 25 anos, também conhecido como “Dalata”, envolvido, segundo a polícia, na morte do taxista Carlos André Castilho no dia 5 de julho. De acordo com o a assessoria da Polícia Civil, o criminoso foi encontrado na localidade conhecida como Candelária, no bairro de Engomadeira.

Segundo o delegado titular da 11ª Delegacia, Juvêncio Menezes Neto, os policias foram recebidos a tiros por um grupo de traficantes da região. Houve tiroteio, mas ninguém ficou ferido.

taxixta
Além de Dalata, um outro homem identificado como Cérvalo Luan Freitas de Jesus, 23, também foi alcançado e preso. Com eles, os policias encontraram uma quantidade de maconha.

Yuri, que já responde a um inquérito por tráfico de drogask, será submetido a um exame de identificação criminal no Departamento de polícia Técnica (DPT), para confirmar sua identidade. Ele e Cérvalo, que mês passado tinha sido liberado pela justiça do presídio da Mata Escura, serão encaminhados ao sistema prisional.
taxista-tancredo-neves_1544637
Execução

O taxista Carlos André Castilho, de 36 anos, foi encontrado morto dentro do próprio táxi, com pelo menos 15 tiros de pistola, em um campo de barro, na rua Apolinária Maria José Silva, no dia 5 de julho, por volta das 15h30.

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso, suspeita que o taxista teria sido assassinado por uma divida com traficantes.

De acordo com a delegada Jamila Cidade, titular da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), Dalata foi reconhecido por testemunhas como um dos participantes do crime. Ele será ouvido pelo DHPP.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here