Traficante Playboy é baleado e morto no Subúrbio do Rio

0

Um dos traficantes mais procurados do Rio de Janeiro, Celso Pinheiro Pimenta, conhecido como Playboy, morreu neste sábado (8), após ser baleado em uma operação no Morro da Pedreira, na Zona Norte.

Condenado a 15 anos e 8 meses de reclusão por tráfico, roubo e homicídio qualificado, Playboy era foragido do Sistema Penitenciário. Ele tinha recompensa oferecida por sua captura, pelo Disque Denúncia, de R$ 50 mil.

A ação Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal contou com 80 policiais, carros blindados, um helicóptero e o apoio de policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil e da inteligência da PM do Rio. Segundo informações da Globonews, Playboy tentou fugir após a chegada dos policiais, mas ele acabou morto após um segundo confronto. Ele chegou a ser levado para o Hospital Geral de Bonsucesso, no Subúrbio.

link-zap
Loading...

playboy
O criminoso era um dos chefes do Morro da Pedreira, e o último remanescente da quadrilha de Pedro Machado Lomba Neto, o Pedro Dom, que durante anos aterrorizou moradores do Rio de Janeiro, invadindo residências para assaltar, segundo o Disque Denúncia.

Pedro Dom, um jovem de classe média que mergulhou no crime, foi morto pela polícia na Lagoa, Zona Sul, em 2005. Playboy atuava também na comunidade da Lagartixa, em Costa Barros, na Zona Norte.

Ainda segundo o Disque Denúncia, Playboy teria comandado o grupo de cerca de 50 criminosos de uma facção criminosa, que saíram do Caju para tomar o comando do tráfico de drogas das Vilas do João e Pinheiros, no Complexo da Maré, Zona Norte, dominadas pelo Terceiro Comando Puro (TCP).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here