Candidato a soldado morreu depois de realizar testes de aptidão física para ingressar na Polícia Militar da Bahia.

0

Um candidato a soldado morreu depois de realizar testes de aptidão física para ingressar na Polícia Militar da Bahia. Adailton Lopes Pessoa, 29 anos, foi socorrido ao pronto atendimento médico de Roma, onde morreu nesta quinta-feira (1º).

Na quarta-feira (29), após completar a terceira volta da prova de atletismo, Adailton apresentou sintomas de mal estar, sendo atendido pela equipe médica que acompanhava a realização das provas. O candidato foi conduzido ao atendimento médico pela Polícia Militar.

Segundo a a assessoria de comunicação da PM, Adailton foi aprovado no concurso da PM em 2008 e havia passado nas etapas inicias do processo seletivo, mas não apresentou o exame toxicológico.

Ele entrou com uma ação na Justiça e o juiz concedeu a liminar garantindo que o candidato realizasse os testes de aptidão. Adailton não conseguiu realizar os testes na terça-feira (28), na Vila Policial Militar do Bonfim, e tentou novamente na quarta-feira (1º).

Em nota divulgada à imprensa, a assessoria informa que “o candidato apresentou, conforme edital do concurso, todos os exames exigidos que o tornava apto para a realização do TAF. Estes exames foram apresentados à Junta Médica de Saúde, que após avaliação convalidou pela aptidão à submissão dos exames”.

Além disso, a PM esclarece que”todo candidato que realiza o Testes de Aptidão Física (TAF) apresenta um conjunto de exames laboratoriais (sangue, fezes, urina), ergométrico com a finalidade de atestar a sua condição física e biológica para realizar a prova”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here