IBGE: 600 vagas para todo Brasil

0

Os editais dos concursos para 600 vagas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) serão mesmo os presentes de Natal dos interessados em ingressar na fundação. É que ela, segundo Paulo Lindesay, que faz parte do comitê de carreiras do IBGE, trabalha com a previsão de publicar as regras entre os dias 22 e 26 deste mês. “O contrato com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) já foi assinado, e trabalhamos com a previsão de publicar os editais entre os dias 22 e 26, com as provas ficando para março, nas datas informadas no projeto básico. É preciso apenas confirmá-las com a FGV, o que é o próximo passo do IBGE, que já está nos ajustes finais dos editais”, assinalou.

ibge_1

O projeto básico aponta para a divulgação dos editais (um de técnico, de nível médio, e outro de analista e tecnologista, de nível superior) para os dias 21 ou 22. Ainda segundo o documento, as inscrições serão aceitas de 4 a 28 de janeiro. As provas objetivas de analista e tecnologista têm previsão de ocorrerem em 6 de março, e as de técnico, no dia 13 do mesmo mês. O resultado final do concurso de técnico está programado para 6 de abril, e o de analista e tecnologista, para o dia 22 do mesmo mês. Essas datas, conforme disse Paulo Lindesay, serão discutidas com a FGV. Ainda segundo ele, o projeto mostra bem como será o concurso. Houve, porém, pequenas modificações na distribuição das vagas. “Foi um pequeno número de vagas por localidade alterado”, revelou.

Das 600 vagas oferecidas pelo IBGE, 460 são de técnico, 90 de analista e 50 de tecnologista. Segundo o projeto básico, serão 154 chances no Rio de Janeiro, sendo 36 de técnico e 118 de analista e tecnologista. A distribuição das demais oportunidades pelo país pode ser consultada na FOLHA DIRIGIDA Online. A estrutura do concurso também já foi definida. Os candidatos a técnico responderão a 60 questões objetivas, e os interessados nas funções de analista e tecnologista serão submetidos a 70, exceto Análise de Sistemas, que terá 60. Haverá ainda provas discursiva (para Análise de Sistemas) e prática (tecnologista de Programação Visual).

No caso do técnico, o exame terá Português (15 questões), Geografia (15), Raciocínio Lógico (dez), Conhecimentos Gerais (dez) e Conhecimentos Específicos (dez). Já para os cargos de analista e tecnologista, a objetiva versará sobre Português, Inglês, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Específicos, e a distribuição irá variar de acordo com a área. Para técnico, a remuneração é de R$3.471,85, podendo chegar a R$5.011,01, com titulação. Já para analista e tecnologista, os rendimentos são de R$7.373,49, podendo chegar a R$9.107,88, com a titulação. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade empregatícia.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here