Bahia repete atuações do Brasileirão e perde na estreia da Sul-Americana

0

Na mesma ou em outra competição, o Bahia continua com suas feridas abertas. Nesta quarta-feira (1º), em pleno Pituaçu, o Tricolor baiano não ofereceu resistência e perdeu para o São Paulo por 2 a 0, na estreia das duas equipes na Sul-Americana. Assim, o time baiano se complica e terá que vencer no Morumbi por três ou mais gols de diferença. Marcaram para o São Paulo Rogério Ceni, de falta, e Ademilson.  

O jogo da volta entre São Paulo e Bahia é no dia 21 de agosto, uma terça-feira, no Morumbi. O confronto vale vaga nas oitavas de final da Sul-Americana. Pelo Brasileirão, o Bahia volta a campo neste domingo (5), quando enfrenta o Grêmio, no Olímpico. No mesmo dia, o São Paulo recebe em casa o Sport. Os jogos são válidos pela 14ª rodada do Brasileirão.

A notícia continua após esta Publicidade

O São Paulo se mostrou mais organizado em campo desde o apito final. Mas quem destoou mesmo foi o goleiro e capitão Rogério Ceni. Ainda aos seis minutos, com o jogo frio, ele acertou uma bola no ângulo de Lomba e abriu o placar. O Bahia tentou dar a resposta rapidamente, mas os erros de passes e a falta de criação eram problemas. Assim, a torcida logo ficou impaciente.

Aos 16, o São Paulo levou perigo com Ademilson. O Bahia só levou perigo de fato aos 28, quando Ceni defendeu um chute de Souza com a ponta dos dedos. Aos 31, Fahel acertou uma bola na trave. Foi o suficiente para o time baiano dominar o jogo e ganhar confiança. Aos 39, Júnior recebeu lançamento, cortou a marcação, mas mandou para fora. Aos 43, Souza completou para fora, de cabeça, cruzamento de Zé Roberto. Sem o gol, o Bahia deixou o primeiro tempo sob vaias.

O Bahia deu pinta de que voltaria com tudo para o segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Rogério Ceni saiu mal do gol e por pouco Souza não empatou. Aos 10, Souza não conseguiu dominar lançamento de Júnior e perdeu oportunidade de gol na frente de Ceni. A empolgação do Bahia, no entanto, não causou mais penetração no time adversário. E a impaciência da torcida só aumentou.

Bem na marcação e explorando as falhas do Bahia, o São Paulo deu um verdadeiro banho de água fria no adversário. Aos 23. Cortês fez bela jogada individual pela esquerda e mandou na trave. No rebote, Ademilson ampliou. Até o final do jogo, o time mandante não conseguiu penetrar na defesa adversária e o jogou ficou morno. Tranquilo, o São Paulo só administrou para, no fim, comemorar o bom resultado.

Bahia 0 x 2 São Paulo – Copa Sul-Americana (jogo de ida)
Data: 1/08/2012 (quarta-feira), às 21h50
Local: estádio de Pituaçu, em Salvador
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ), auxiliado por Henrique Dibert Pedrosa (RJ) e Rodrigo Joia (RJ)

São Paulo: Rogério Ceni; João Filipe (Paulo Miranda), Tolói, Rodolpho; Douglas, Rodrigo Caio (João Schmitt), Maicon, Jadson, Cortez; Ademilson e Luís Fabiano (Willian José). T: Ney Franco.

Bahia: Marcelo Lomba; Gil, Danny Morais, Titi, Gerley (Ávine); Fahel, Diones, Hélder; Zé Roberto (Ciro); Júnior (Lulinha) e Souza. T: Caio Júnior

Veja mais noticias de  esportes no site www.bahiaesportes.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here