Brasil vence a Costa Rica com milagre de Coutinho e lágrimas de Neymar

0

Foi sofrido, no sufoco e com gols marcados nos acréscimos, mas o Brasil venceu a primeira partida na Copa do Mundo da Rússia. Nesta sexta-feira (22), a equipe comandada pelo técnico Tite derrotou a Costa Rica por 2×0. Philippe Coutinho abriu o placar aos 45 minutos e Neymar ampliou aos 51 da etapa final.

O primeiro lance perigoso do jogo foi construído pela Costa Rica, após 12 minutos de bola rolando. Celso Borges recebeu com liberdade, avançou na área e chutou cruzado, mas errou a pontaria e mandou pra fora.

A notícia continua após esta Publicidade

O Brasil tinha mais posse de bola e comandava as iniciativas para a criação de jogadas, mas não conseguia levar perigo ao gol de Navas. Enquanto isso, a equipe da América Central deixava claro que só se arriscaria em contra-ataques.

A seleção brasileira passou a assustar a equipe adversária quando o cronômetro apontou 25 minutos. Impedido, Gabriel Jesus estufou a rede, mas não alterou o placar. Depois, Marcelo bateu rasteiro de longe e a bola passou à esquerda do gol costarriquenho. Na sequência, Coutinho também arriscou de fora da área.

Com dificuldades para penetrar na grande área da Costa Rica, o Brasil insistiu nos chutes de longa distância. Aos 40 minutos, Marcelo fez mais uma tentativa, mas a redonda parou nas mãos do goleiro Navas.

A seleção brasileira voltou diferente no segundo tempo. Não apenas na escalação – Douglas Costa entrou no lugar de Willian –, mas também na forma de jogar. Mais agressivo, o Brasil se impôs em campo e colocou emoção dentro das quatro linhas.

Logo aos dois minutos, Fagner aproveitou rebote do goleiro Navas, fez belo cruzamento para Neymar e exigiu a intervenção da defesa costarriquenha. No lance seguinte, Gabriel Jesus acertou o travessão.

Aos 10 minutos, Neymar chutou com perigo contra a meta da Costa Rica pela primeira vez. A redonda tinha endereço certo, mas Navas fez grande defesa e evitou o primeiro gol do camisa 10 no Mundial da Rússia. Após escorada de Paulinho, Philippe Coutinho também colocou o goleiro adversário para trabalhar e ele levou a melhor outra vez.

Neymar apareceu outra vez aos 26 minutos. Em contra-ataque, ele aproveitou o vacilo da zaga rival e bateu colocado, mas caprichosamente a redonda tirou tinta da trave.

Aos 32 minutos, o camisa 10 protagonizou o lance mais polêmico do jogo. Neymar recebeu passe de Gabriel Jesus na área, tentou driblar González, foi impedido pelo jogador costarriquenho de seguir no lance e desabou na área. O árbitro marcou pênalti, mas foi pressionado pela equipe da América Central e, após intervenção do árbitro de vídeo, volta atrás da decisão.

O gol seria marcado com a bola rolando pelo mesmo autor do tento que garantiu o empate em 1×1 com a Suécia na estreia do Mundial, no último domingo (17). O cronômetro se encaminhava para os 46 minutos da etapa final, quando Marcelo cruzou, Firmino cabeceou, Gabriel Jesus escorou e Philippe Coutinho mandou de bico para o fundo da rede: 1×0.

Tinha tempo pra mais. Tempo suficiente para o camisa 10 da seleção brasileira marcar o primeiro dele nessa edição do Mundial. Aos 51 minutos, Douglas Costa deu passe açucarado para Neymar que, na pequena área, só empurrou a redonda para o gol: 2×0.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here