De virada, Vitória leva goleada e está fora da Copa do Brasil

0
Só resta o Campeonato Brasileiro da Série B. Depois da perda do título estadual para o maior rival, Bahia, o Vitória depositava todas as fichas do primeiro semestre na Copa do Brasil. No entanto, a competição nacional terminou para o rubro-negro baiano na noite desta quarta-feira (23), no Couto Pereira. De virada, o Leão foi derrotado pelo Coritiba, por 4 a 1, e está eliminado. Os comandados de Paulo César Carpergiani voltam a campo apenas na próxima terça-feira (29), contra o Criciúma, em jogo válido pela segunda rodada da Série B.

Carpergiani surpreendeu na escalação. Sacou o lateral-esquerdo Wellington Saci e optou por improvisar o zagueiro Gabriel Paulista na posição. Aos 7, o Coritiba quase chega ao primeiro, em jogada iniciada nas costas do defensor. Gabriel bateu cabeça com Rodrigo Mancha e a bola sobrou para Everton Ribeiro. O camisa 10 puxou o contra-ataque e rolou para Ayrton. O lateral-direito bateu forte, mas a bola saiu pela linha de fundo. O lance não intimidou o Vitória, que a partir disso mandou no jogo. Aos 22, enquanto todos esperavam um cruzamento, Marquinhos cobrou falta fechada e a bola pegou na rede pelo lado de fora. Aos 25, Tartá apareceu. Fez bonita finta em cima do zagueiro Demerson, mas o chute de perna direita saiu fraco demais. O gol era questão de tempo. E foi. No minuto seguinte, Pedro Ken cruzou para área e achou Marquinhos. O atacante antecipou ao lateral Lucas Mendes e tocou com a ponta das chuteiras para abrir o placar. Vitória 1 a 0.  A torcida do Leão não teve muito tempo para comemorar. Aos 28, Ayrton cobrou falta na área e, de cabeça, Everton Costa deixou tudo igual. Depois do gol sofrido, os zagueiros Gabriel e Rodrigo discutiram sobre o lance.

Publicidade

Vitória não marca e leva virada

O empate não abalou. Aos 35, Tartá, principal arma de ataque da equipe baiana, viu Neto Baiano passar por trás do zagueiros e tocou. O camisa 9 bateu cruzado, mas pela linha de fundo. O meia do Vitória apareceu bem mais uma vez. Tartá ficou sem marcação pela esquerda e rolou para o meio. O zagueiro Gabriel Paulista, todo sem jeito, finalizou por cima da meta. Boas chances ao rubro-negro não faltaram. No entanto, os erros lá atrás eram os mesmo. Da mesma forma que levou três gols do Bahia, na decisão do Campeonato Baiano, o Vitória falhou na bola aérea. Júnior Urso viu bem Everton Ribeiro e lançou. Aos 43, o camisa 10 invadiu a grande área, tentou driblar Rodrigo, mas foi derrubado pelo zagueiro. Pênalti. Everton cobrou com categoria e botou o Coritiba na frente do marcador.

Coritiba decreta goleada
O Coritiba, apesar da vantagem, assustou com menos de um minuto. Lincoln, que havia entrado no intervalo, chutou de fora e assustou o goleiro Gustavo. A partida seguiu equilibrada até os 15. Uelliton, em cobrança de falta, mandou uma bomba, mas a bola desviou no zagueiro Demerson. Escanteio para o Vitória. A cobrança errada proporcionou um contra-ataque fatal. Everton Ribeiro disparou pelo meio e tocou para Lincoln. Com um toque de primeira, o experiente meia deixou Roberto na cara do gol. O atacante encheu o pé e marcou o terceiro gol do time da casa. Coritiba 3 a 1. Neste momento da partida só o empate interessava ao rubro-negro baiano. Carpergiani, ciente da situação, tentou deixar o time mais ofensivo. Tirou Pedro Ken e Léo para entra de Dinei e Rildo. As alterações não surtiram o efeito desejado. Sem qualquer criatividade ou organização tática, o Vitória se lançou desesperadamente ao ataque  e pagou caro. Aos 37 e 39, o atacante Everton Costa balançou a rede. Porém, o auxiliar marcou impedimento nas duas vezes. Uma incorretamente. Aos 43, o centroavante do Coritiba conseguiu fazer mais um, agora de verdade. Lincoln bateu forte, de fora, e Gustavo espalmou. Everton aproveitou o rebote e sacrementou a classificação.

COPA DO BRASIL
Coritiba 4 x 1 Vitória
Local: Couto Pereira, em Curitiba.
Data: 23/05/2012
Árbitro: Sandro Meira Ricci
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia e Fábio Pereira
Gols: Everton Costa (2x), Roberto e Everton Ribeiro (Coritiba) / Marquinhos (Vitória)
Coritiba: Vanderlei; Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Sergio Manoel; Júnior Urso, Renan Oliveira (Lincoln) e Everton Ribeiro (Vinicius); Roberto (Anderson Aquino) e Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira.
Vitória: Gustavo; Gabriel Paulista, Victor Ramos, Rodrigo e Léo (Dinei); Uelliton, Rodrio Mancha, Pedro Ken (Rildo) e Tartá; Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here