Mulher registra queixa de agressão contra atacante do Bahia, diz polícia

0

Uma mulher de 22 anos registrou queixa de agressão física contra o jogador Souza, do Esporte Clube Bahia, na madrugada desta terça-feira (18), na 23ª delegacia, em Lauro de Freitas, cidade na região metropolitana de Salvador. Durante depoimento à polícia, ela disse que a agressão foi cometida durante uma briga, que teria ocorrido após festa na casa do atleta, situada em Vilas do Atlântico, bairro da cidade, segundo o delegado Joelson Reis, que investiga o caso.

Publicidade

O depoimento de Souza está agendado para as 10h de sexta-feira (21). O próximo treino do time está marcado para a quarta-feira (19).


“Ela foi conduzida por policiais durante a madrugada e disse ter sido agredida pelo jogador Souza, do Bahia. Ela não nos deu o nome completo do jogador, pois disse que o conhecia por esse nome. Ele será chamado para depor. Nós expedimos uma Guia de Exame de Lesões, para confirmar a agressão, mas ela rasgou na delegacia, se recusando a fazer”, explicou o delegado.

Atacante confirmou festa em sua residência, mas
negou agressão, informou delegado.

Ainda de acordo com o delegado, ela afirmou, em depoimento, que já teve rápido relacionamento com o atacante Souza. Segundo ela, no entanto, não há mais ligações sentimentais entre os dois

Por meio da assessoria, o Esporte Clube Bahia informou que oferece apoio jurídico ao jogador, mas não vai se manifestar a respeito do caso. O jogador cancelou participação na coletiva de imprensa no Fazendão, na tarde desta terça-feira (18) e não falou à imprensa.

O investigador disse que o jogador ligou para a delegacia na tarde desta terça-feira e informou que foi ele quem acionou a polícia durante a madrugada. O jogador confirmou ao delegado que deu uma festa em sua residência na noite de segunda-feira, mas a suposta vítima teria sido levada por um amigo. Ele negou ter agredido a mulher.

Boletim de Ocorrência do caso de agressão

Corpo de Delito
Ainda de acordo com o delegado, o Guia de Exame de Lesões é entregue à vítima para que ela possa realizar o exame de corpo de delito no Departamento de Polícia Técnica. “Como ela rasgou, ela não chegou a fazer os exames. Vamos encaminhá-la novamente”, disse.

O delegado informou que uma equipe da polícia foi chamada durante a madrugada ao condomínio onde mora o jogador. “De acordo com informações no Boletim de Ocorrências, a vítima disse que estava em uma festa na casa do jogador, e durante a madrugada, teria acontecido uma briga. Eles foram para a rua do condomínio, onde ficaram alterados. Ela foi encaminhada para a delegacia, mas ainda não foi ouvida. O jogador também nao foi ouvido. Já solicitei a presença dos dois à delegacia”, disse o delegado.
Adriele dos Santos Cerqueira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here