Oscar Schmidt dá receita para enfrentar o câncer: “Manter bom humor”

0

O ex-atleta Oscar Schmidt deu uma entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo, exibida na noite de domingo (02). O maior jogador de basquete do Brasil está se tratando de um câncer no cérebro e se mantém confiante, dizendo que vai encarar esse desafio com suas melhores armas: determinação e bom humor.

Com sorriso na cara e coração aberto, o Mão Santa disse que busca tranquilidade para enfrentar e vencer a doença. Sobre as dificuldades que enfrenta no tratamento, o ex-atleta confessou:

A notícia continua após esta Publicidade

“Eu estou enjoado. Eu tomo duas vezes por dia um remédio antienjoo”, e voltou ao seu otimismo habitual: “Esse cara não vai me matar não, esse tumorzinho. Malvado, hein? Eu tive um desse tamanhão assim, assim (benigno). Malvado. Agora é desse tamanhinho assim… Mas ele não vai me matar, não”, completou ele.

161413

Em 2011, Oscar já havia se submetido a uma cirurgia para a retirada do mesmo tumor, bem maior na ocasião, um glioma que está na parte frontal esquerda do cérebro.

“Conseguimos tirar todo o tumor que era macroscopicamente visível, sem deixar sequelas para ele. Isso é muito importante. O segundo tumor está no grau três, na escala que vai até quatro”, explicou o neurocirurgião Marcos Gomes, mostrando a gravidade do caso.

Mesmo com os efeitos colaterais, Oscar não se deixa abater:

“Eu acho que é muito bom você ser otimista, sei lá, engraçado, chame como quiser. Ter bom humor. Mas o que me dá de consequência, não é nem sequela, é consequência, é o cansaço. Mas dá um cansaço, gente, meu Deus do céu. Ontem depois da coletiva aqui eu fiquei morto de cansado”, contou o rei das quadras.

Oscar falou do apoio dos fãs que mandam mensagens de carinho:

“Isso aqui foi comovente. Eu fiquei comovido com isso aqui. Rolou até uma lágriminha. Na alegria você pode chorar também. Eu choro muito menos. Muito menos de que chorava quando jogava basquete.”

Ao ser perguntado sobre o que está pensando para o seu futuro, ele foi categórico e aproveitou para aconselhar:

“Para frente eu tenho meu tratamento, que isso eu não vou interromper. Ele vai ter que ser feito religiosamente até o fim. Já comecei a trabalhar. E continuar minha vida normal. Não aconteceu nada. Absolutamente nada. Eu digo a vocês o seguinte: se vocês tiverem alguma notícia ruim, a minha é muito ruim, você mantém o bom humor. Mantém o bom humor e tente fazer de tudo para sair disso. Tudo! Porque eu acredito que você vive muito melhor de bom humor do que de mau humor. Não pense na doença. Faça qualquer coisa, vá viajar. Mas sempre de bom humor.”

A reportagem chegou ao fim desejando sorte e força ao grande atleta, que no fim do mês irá os Estados Unidos para a cerimônia que o colocará no Hall da Fama da NBA, mesmo sem nunca ter jogado no campeonato norte-americano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here