Publicado em : 1 de março de 2012

Tricolor ganha mais uma partida e deixa torcida sorridente

O artilheiro voltou, e voltou em grande estilo. De fora da equipe por duas rodadas, o atacante Souza reapareceu na noite desta quarta-feira (29) e mostrou que está cada vez mais disposto a briga pela artilharia do Campeonato Baiano de 2012. Em jogo válido pela 12ª rodada do estadual, o Bahia encarou o Camaçari, em Pituaçu, e não tomou conhecimento do adversário. Em noite inspirada do camisa 9, que marcou duas vezes e assumiu o posto de goleador do campeonato, ao lado de Neto Baiano, o tricolor goleou o time do Pólo Petroquímico por 5 a 1 e disparou na liderança da competição. Além de Souza, o meia Magno, o zagueiro Rafael Donato e Júnior também marcaram.

Camaçari abre o placar
Mais uma vez, o treinador Paulo Roberto Falcão optou por dois jogadores de área e escalou Souza ao lado de Júnior no ataque. Mas não deu nem tempo para torcida poder analisar as ‘Torres Gêmeas’. O Camaçari, observado atentamente pelo seu novo treinador Sapatão, que assistia à partida das cabines de Pituaçu, surpreendeu. Em um lance despretensioso, aos 2 minutos, o lateral Maicon cruzou para grande área e, de longe, observou a lambança. Omar se bateu com o atacante do Camaçari e soltou a bola nos pés de Gilberto, que tocou por cobertura e abriu o placar. O jeito foi correr atrás do prejuízo, aliás, do gol. Um minuto depois, Gabriel viu Souza e tentou o passe, mas antes do camisa 9 apareceu um zagueiro do Camaçari e cortou. No escanteio, Gabriel cruzou na medida para o zagueiro Rafael Donato.  O defensor acertou uma bela cabeçada, defendida por Rodrigo. Só mudou o lado da cobrança. Aos 6, Gabriel bateu o escanteio e, de cabeça, Donato esteve perto de marcar. A salvação do time do Pólo Petroquímico foi o lateral Maicon, que apareceu em cima da linha e salvou. A pressão tricolor só aumentava. Aos 14, Magno, que ainda estava tímido no jogo, resolveu aparecer e deu um lindo passe para Gabriel. A principal arma de ataque do esquadrão encheu o pé direito e acertou o travessão. A finalização irritou ao atacante Souza, que não gostou do que viu e chutou a placa de publicidade atrás do gol. O artilheiro pediu uma assistência do garoto criado na Ribeira. O Camaçari, mesmo sem treinador, se mostrava bem determinado taticamente, ainda que só defensivamente. O jeito foi contar com a noite inspirada do goleiro Rodrigo. Aos 18, Fabinho arriscou de longe e o arqueiro fez uma boa defesa.

Bahia acelera e vira o jogo
Água mole em pedra dura tanto bate até que fura, e furou. Aos 21, William Matheus levantou na área e achou Júnior. O ‘Diabo Loiro’ não perdoou  e marcou seu quinto gol na competição. O gol tranquilizou um pouco mais o elenco tricolor, que ainda errava muito no setor ofensivo. Ainda que dono da maior posse de bola e das melhores oportunidades de gol, o Bahia vacilou. Aos 27, Maicou levantou na área e Dinho assustou. A cabeçada do volante passou rente ao poste de Omar. O susto não abalou e a resposta do Bahia, em grande estilo, aconteceu aos 32 minutos. Souza viu Magno livre de marcação e tentou o passe. A bola pegou no zagueiro Klésio e voltou para Gabriel. O ‘garçom’ do Bahia cumpriu seu papel com muita precisão e deixou o camisa 10 na cara do gol. Magno dominou com tranquilidade e bateu no canto esquerdo para decretar o segundo gol do Bahia. Virada em Pituaçu. O quarteto ofensivo funcionou. Porém, lá atrás, o goleiro Omar dava sinais que não estava na sua melhor noite. Aos 35, a bola foi alçada na área e, como no primeiro gol do Camaçari, o arqueiro se chocou com o atacante Júnior e soltou a bola. Desta vez o árbitro viu falta e parou o lance.

Virou goleada
O segunto tempo começo da mesma forma que o minutos finais da etapa inicial: Bahia atacando. Logo no primeiro minuto, o lateral-esquerdo William Matheus fez uma bola jogada, passou por dois adversários, mas errou na hora do chute e desperdiçou a primeira oportunidade. Mas o terceiro gol estava muito próximo. Aos 6, depois de tanto insistir, o zagueiro Rafael Donato marcou o primeiro gol com a camisa do Bahia. O defensor aproveitou o cruzamento feito por Madson, de forma curiosa, e testou sem chances para o goleiro Rodrigo. Bahia 3 a 1. Faltava o dele. De volta ao time após duas rodadas, Souza recebeu uma assistência de mão cheia do meia Magno e marcou. O artilheiro do Bahia no Baianão, agora com dez gols, teve calma na hora de finalizar e decretou goleada em Pituaçu.

Souza faz mais um
O ‘Caveirão’, como foi apelidado pelos companheiros, Souza quase marca o segundo. Aos 20, Fabinho chutou em cima do adversário e a bola sobrou para o camisa 9. De cabeça, o centroavante obrigou uma bela defesa de Rodrigo. Boa defesa lá e outra cá. Aos 24, o meia Williames, que havia acabado de entrar o lugar de Robson Luiz, testou firme e Omar se esticou todo para evitar o segundo tento do Camaçari. Falcão percebeu que o terreno estava bom e promoveu a estreia do volante Filipe entre os profissionais. Nem bem esquentou e já mostrou serviço. Gabriel recebeu boa bola de Filipe e lançou Souza. O camisa 9 contou com um desvio no zagueiro Klésio e balançou a rede pela 11ª vez no Campeonato Baiano de 2012, assumindo artilharia do estadual ao lado de Neto Baiano, do Vitória.O sexto gol do Bahia não aconteceu graças ao goleiro Rodrigo. Aos 34, William Matheus cruzou e Souza, sem marcação, exigiu uma milagrosa intervenção. Uma hora o arqueiro, na outra a sorte. No minuto seguinte, Gabriel cobrou falta com categoria e a bola tirou tinta do poste.

FICHA TÉCNICA

Bahia x Camaçari
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 29/02/2012
Árbitro: Carlos Alberto de Souza Vila Nova
Auxiliares: José Carlos Oliveira dos Santos e Alberto Tavares Neto
Gols: Rafael Donato, Souza (2x), Júnior e Magno (Bahia) / Gilberto (Camaçari)
Cartão amarelo: Joseílson e Dinho (Camaçari)
Público: 8.849
Renda: R$ 140.330,00
Bahia: Omar; Madson, Rafael Donato, Titi (Danny Morais) e William Matheus; Fabinho, Lenine, Gabriel e Magno (Filipe); Júnior (Ciro) e Souza. Técnico: Paulo Roberto Falcão.
Camaçari: Rodrigo; Maicon, Bruno Neves, Klésio e Joseílson (Pedro Henrique); Flávio, Totinga, Diogo e Robson Luiz (Williames); Dinho e Júnior. Técnico: Júlio Cesar.
...
Deixe um comentário pelo Facebook:  

Deixe um comentário

Seu site

XHTML: Você pode usar estes códigos para personalizar seu comentário: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Notícias | Esportes | Concurso da PM