Ex-namorado disse que Amy tinha medo da maldição dos 27 anos

0

Os romances de Amy Winehouse, como tudo em sua vida, não foram tranquilos. Seu último namorado foi o cineasta Reg Traviss, 34 anos. Segundo o jornal Daily Mail, os dois tinham acabado o namoro pouco antes de a cantora entrar em sua última reabilitação. Desesperado para ajudá-la a mudar de vida, Traviss desistiu quando viu que não seria possível. Ele, inclusive, teria negado um pedido de casamento da cantora. Ao saber de sua morte, o rapaz foi visto desolado, em frente à casa dela.

Outro ex, Alex Haines, teve um relacionamento com a cantora enquanto seu então marido, Blake Fielder-Civil, estava na prisão. Em 2008, o rapaz deu declarações chocantes à imprensa, a respeito da namorada. Haines afirmou que a popstar consumia 3,5 mil libras por semana em drogas. Ele também contou  que Amy sofria de bulimia, um distúrbio alimentício, e revelou o medo da cantora de entrar para o “grupo dos 27”, se referindo a artistas que morreram com 27 anos: Brian Jones, Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison e Kurt Cobain. “Era meu trabalho cuidar dela. Mas era impossível”, disse Haines, que na época era assistente de Amy.

Enquanto os últimos namorados tentavam tirá-la do fundo do poço, em 2008, o ex-marido, Blake Fielder-Civil, se culpou por ter introduzido a moça ao mundo das drogas pesadas. “A primeira vez que Amy usou crack, ela me pediu. Eu estava fraco e viciado e deixei-a experimentar. Começamos a usar tanto quanto heroína. Aí nossas vidas desmoronaram”. Os dois chegavam a se automutilar.  Na internet, os fãs também culpam Blake pela morte de Amy Winehouse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here