Fotos de Carolina Dieckmann nua foram distribuídas por hackers do Rio, São Paulo e Minas

0

Quatro suspeitos de divulgar as fotos da atriz Carolina Dieckmann, de 33 anos, na internet, foram identificados neste domingo pela Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, segundo nota distribuída no início da noite. As investigações, que acontecem com apoio de policiais paulistas e mineiros, apontaram para hackers nestes dois Estados. Agentes da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, na semana passada, também executaram mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça nas casas dos suspeitos, onde foram apreendidos documentos e computadores.

Veja as fotos

Você vai fazer o concurso da PM de São Paulo? Clique aqui e pegue a apostila.

– Falei com a Carol agora e passei o posicionamento da polícia sobre a investigação. Disse a ela que já identificaram quem furtou as fotos, quem mandou para o primeiro site estrangeiro e quem fez a extorsão. Há mais de quatro pessoas envolvidas – disse a jornalistas o advogado da atriz, Antonio Carlos Almeida Castro, o Kakay.

A notícia continua após esta Publicidade

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Gilson Perdigão, os suspeitos serão indiciados também nos crimes de formação de quadrilha, furto, extorsão e difamação. Perdigão não confirmou, ainda, se há mandados de prisão expedidos pela Justiça em nome dos acusados, que não tiveram seus nomes revelados pela fonte policial.

Carolina Dieckmann, há cerca de um mês, recebeu um pedido de R$ 10 mil para não ter suas fotos divulgadas. As imagens, em poses íntimas, teriam sido furtadas de seu computador. Segundo a versão policial, a atriz e conhecidos dela tentaram fazer um flagrante contra o suposto chantagista, mas ele divulgou as imagens dela antes de chegar a um acordo.

– Desde o primeiro momento tentaram fazer uma extorsão com a Carolina, mas ela imediatamente reagiu e tomou providências através de pessoas da área de segurança que ela conhece. Ela foi orientada a responder os e-mails (com as ameaças) para tentar fazer um flagrante – disse Kakay. Em um momento inicial, a atriz optou por não registrar o caso na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática, por temer que o assunto vazasse para a internet, o que terminou acontecendo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here