Funerária se defende após vazamento de vídeo do corpo de Cristiano Araujo

0

Um vídeo mostrando o processo de preparação do corpo do cantor Cristiano Araújo, que morreu em um acidente nesta quarta-feira, foi divulgado nas redes sociais, depois de imagens do artista morto também caírem na web, para indignação dos fãs. A funerária que preparou o corpo e o hospital onde Cristiano morreu informaram que estão investigando o caso.

Nas imagens, é possível ver um funcionário trabalhando nos preparativos do corpo do cantor, nu e aberto. A mulher que filma a cena chega a mostrar o rosto e aparenta fazer uma foto selfie com o corpo de Cristiano. “Tenho que filmar de cá para não pegar o…”, chega a dizer ela. “Dá um tchau aí”, diz ela para o colega. “Tira a costela aí”, indica em seguida.


Mulher aparece durante a gravação filmando preparação de corpo (Foto: Reprodução *Correios)
Mulher aparece durante a gravação filmando preparação de corpo (Foto: Reprodução *Correios)

Fotos que seriam da namorada de Cristiano, Allana Moraes, que também morreu no acidente, também circularam pelas redes sociais.

O Hospital Geral de Urgências (Hugo) e a funerária Paz Eterna, ambos em Goiânia, vão apurar o vazamento das imagens. De acordo com o que o gerente de serviços funerários da Paz Eterna disse ao R7, as fotos foram feitas dentro da Clínica Oeste Tanatopraxia, empresa terceirizada contratada para fazer a arrumação dos corpos.

“Tive conhecimento das fotos e vamos conversar com a terceirizada. Temos que ter cautela, até mesmo por respeito à família. Essas imagens são desnecessárias. Fizemos nosso serviço com respeito e dignidade. Não concordamos com essa atitude. Vamos apurar a veracidade das fotos e, depois, tomar providências”, afirmou. Representantes da Clínica Oeste não se manifestaram sobre o caso.

Outro vídeo mostra o cantor recebendo atendimento no hospital. O Hugo divulgou uma nota sobre o caso repudiando “qualquer tipo de ato que atente contra a integridade do paciente e a ética profissional”. Destaca ainda que outras pessoas que não são da instituição estavam presentes no momento do atendimento, mas que fará uma investigação para saber quem fez o vídeo.

“As cenas do vídeo em questão mostram o atendimento restrito à Emergência do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Entretanto, é necessário frisar que, além do corpo clínico do hospital, também estavam presentes neste momento outros profissionais, que não pertencem aos quadros da instituição, e tiveram acesso ao local em função do suporte conjunto dado ao cantor Cristiano Araújo.

Diante das imagens, a unidade informa que, imediatamente, irá instaurar uma investigação para apurar a denúncia e, caso fique comprovado o envolvimento de um de seus colaboradores na produção e divulgação do referido vídeo, será aplicada penalidade condizente com a intolerância a este tipo de conduta dentro do hospital.

O Hugo repudia veementemente qualquer tipo de ato que atente contra a integridade do paciente e a ética profissional. Os valores que norteiam a postura do hospital são contrários às atitudes que exponham ou constranjam pacientes, e vêm sendo disseminados permanentemente entre seus colaboradores.”

A Polícia Civil de Goiás informou que investiga as imagens. “As investigações da Policia Civil e do Instituto de Medicina Legal de Goiás já constataram que as imagens não foram gravadas em instalações do IML. E apontam que o local pode ser a sala de um estabelecimento de preparação de corpos para velório e sepultamento e as pessoas que aparecem, funcionários da empresa”, informou, em nota, a Secretaria de Segurança Pública de Goiás.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here