Marcio Victor: toma negona na boca e na buceta…

3

A banda Psirico subiu ao palco do Todo Mundo Vai logo após a apresentação da Shake Hall para lançar o segundo DVD. Muito aplaudido, Marcio Victor chegou e logo entoou: “Ih fudeu, Psirico apareceu”. Durante a apresentação, muita folia com a entrada da vereadora e dançarina (sabe-se lá de nessa ordem) Léo Kret do Brasil (PR). Agitada, Léo mostrou a que veio, logo soltou uma de suas frases com rimas e dançou o “Bate Cabelo”.

Durante a bela apresentação, empolgadíssimo, Marcio cometeu grande gafe. Quando a rádio Itapoan FM transmitia ao vivo, o vocalista tratou de mudar o refrão da música “Chupeta” para “Toma negona toma chupeta, toma negona na boca e na buceta”. Certo de que tinha falado besteira – já que além do público presente no evento milhares de pessoas escutaram através da Itapoan FM, Marcio justificou: “Saiu sem querer. Me empolguei”, disse com um sorriso amarelo estampado no rosto. Apesar do inconveniente, o show foi impecável. Repertório e coreografias bem escolhidos. Para finalizar o show, Marcio Victor cantou o sucesso “Liga da Justiça”, que ele compôs com J. Teles e o grupo Leva Nóiz gravou, e “Cole na Corda”, que levou o público ao delírio.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. É a cara da atual música baiana, muita pornofonia que é passada de boca em boca e chega até as crianças (não as minhas) e gera uma vulgaridade absurda. É realmente para quem não tem cultura alguma, basta um ritmo dançante para quem gosta e pronto tá feita a festa. Deus me livre. Que saudade dos anos 80.

  2. Que me desculpe os admiradores de tal gênero musical, se é que se enquadra em alguma categoria. Mais isso é para pessoas sem nível cultural algum,que “dançam” com essas batidas que só denigrem as mulheres, em especial as negras, que são sempre citadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here