Mari Gonzalez fala da relação das panicats com a prostituição

0

Vistas por muitas pessoas como prostitutas, principalmente após as declarações de Dani Bolina, as panicats, assistentes do palco do programa Pânico, foram defendidas pela baiana Mari Gonzalez, que também faz parte da atração. Em entrevista ao Paparazzo, durante o ensaio sensual, a morena falou da relação das panicats com a prostituição.

“Não posso falar do passado. Mas nessa fase do ‘Pânico’, sinceramente, ninguém faz book rosa. As meninas são muito tranquilas”, afirmou ela. Porém, Mari afirma que as propostas não param de chegar. “Já recebi e chegam constantemente muitos convites de book rosa. Alguns já chegaram a me oferecer R$ 100 mil por uma noite”, contou. “Depois da novela ‘Verdades Secretas’ as propostas aumentaram e os homens estão ainda mais cara de pau, porque acham que é algo normal. Eles antes inventavam perfil fake para perguntar, mas agora metem a cara mesmo”.

Mari disse que mesmo que se precisasse muito de dinheiro nunca toparia: “Venho de família humilde, mas não preciso seguir esse caminho. Não tenho preconceito nenhum com quem faz, mas não é a minha. Eu não tenho estômago. Não conseguiria transar com alguém por dinheiro”.

link-zap
Loading...

001 (3)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here