Médico que socorreu Luciano do Valle acredita em ‘morte súbita’

0

O cardiologista de Uberlândia Roberto Botelho estava no mesmo voo que Luciano do Valle, de 70 anos, e foi quem fez os primeiros socorros antes da morte do narrador esportivo.

Publicidade

O narrador estava sentado ao lado de um amigo do médico que, ao perceber que Luciano do Valle estava se sentindo mal, chamou Roberto Botelho. “Eu cheguei perto do Luciano e o examinei. Avaliei os sinais vitais e como no avião não existe aparelhos necessários para um diagnóstico preciso, pedi para chamarem uma ambulância no aeroporto”, relembrou o cardiologista.

luciano_20140419181601

Roberto Botelho disse que logo que o avião pousou em Uberlândia, o narrador esportivo disse que queria ir para o hotel mesmo passando mal, mas ao descer da aeronave já foi encaminhado direto para a ambulância, que já estava no pátio esperando por ele.

O cardiologista afirmou que ainda dentro da ambulância o narrador teve a primeira parada cardiorrespiratória. “Acredito que Luciano do Valle teve o que chamamos de morte súbita. Os sintomas apareceram e evoluíram em menos de uma hora”, ressaltou.

Roberto Botelho ainda levantou algumas hipóteses que podem ter ocasionado na morte do narrador, como uma infecção na aorta, embolia pulmonar e infarto. “Ainda é cedo para determinar a causa da morte, mas essas são algumas presunções”, concluiu.

No início da noite, o corpo do narrador foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Uberlândia e segundo o diretor geral da Bandeirantes Triângulo, Ricardo Cunha Soares, será transportado para São Paulo entre 21h ou 21h30. “Não se sabe o motivo ainda, por isso a necropsia será importante. Ele veio cobrir o jogo e estava tudo norma, mas infelizmente foi uma surpresa que pega todos do grupo Bandeirantes. Ele estava com o Fernando Fernandes, o produtor e toda equipe”, disse o diretor

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here