‘Não dormi na primeira noite que ela saiu’, diz mãe de baiana do BBB

0

Em 40 minutos, as malas com o que Carol Peixinho vai vestir nos próximos três meses já estavam prontas

A notícia continua após esta Publicidade

Foi por volta das 14h do último domingo (6) que a publicitária Carol Peixinho, 33, recebeu a notícia de que estava entre os participantes da próxima edição do Big Brother Brasil. Apenas uma hora depois de receber a equipe do programa na casa onde mora, no Rio Vermelho, ela já estava a caminho do confinamento em que os selecionados ficam antes da estreia do programa.

“Eu não dormi na primeira noite que ela saiu. Ficava me perguntando se ela tinha esquecido alguma coisa”, confessa a mãe da participante, a psicanalista Lícia Peixinho, 58. Em 40 minutos, as malas com o que Carol vai vestir nos próximos três meses já estavam prontas.

“Eu e minha mãe ficamos nos olhando sentadas, sem saber o que falar, o que pensar… Minha mãe estava mais preocupada com o bem-estar dela, se ela estava bem emocionalmente”, lembra empresária Clarisse Peixinho, 34, irmã da participante.

Até quarta-feira (9), quando os nomes dos brothers foram divulgados, a família teve que guardar segredo sobre a participação da baiana. Durante esse período, Lícia e Clarisse tiveram que despistar quem queria saber onde Carol estava. “Muita gente perguntou e eu falei que ela estava em viagem”, revela Clarisse.

Expectativas
Em entrevista ao Gshow, Carol afirmou que tenta trabalhar a impaciência na terapia e, segundo sua irmã, essa característica tem melhorado. “No geral, ela tem controlado bem”, garante Clarisse, destacando que a irmã é cheia de carisma e disponibilidade para ajudar os outros.

Questionada sobre a reação da participante ao saber que foi selecionada para o reality, Clarisse conta que Carol recebeu a equipe da Globo com leveza. “Ela não tem muito isso de expectativa. Procura viver um dia de cada vez e está bem tranquila e confiante”, revela.

Para Lícia, é difícil prever como será o comportamento da filha dentro da casa, principalmente diante de pessoas com personalidades tão diferentes entre si. “Não tive nem tempo de dar recomendações, mas ela sabe como foi criada, com base no respeito e nos direitos humanos”, assegura orgulhosa. “É uma menina muito amorosa com a família”, completa.

Nesta quinta-feira (10), a participante ultrapassou a marca de 100 mil seguidores no Instagram. Antes da divulgação de que participaria da casa mais vigiada do Brasil, a publicitária tinha cerca de 14 mil.

*Da 13ª turma do Correio de Futuro, com supervisão do editor Roberto Midlej

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here