Não havia drogas no quarto em que Whitney Houston morreu

0

Não foram encontradas drogas ilegais no quarto de hotel em que a cantora Whitney Houston morreu em Los Angeles, na Califórnia, neste sábado (11), mas havia medicamentos legais, segundo o site especializado em celebridades TMZ.

Citando fontes não identificadas, o TMZ afirma que a cantora pode ter morrido afogada na banheira.

Quando os paramédicos chegaram, segundo o site, o corpo já havia sido retirado da banheira, então o motivo da morte só será determinado pela autópsia.

Um legista oficial do condado de Los Angeles afirmou que o corpo está aguardando para ser submetido à autópsia.

Segundo um porta-voz do condado, o exame ainda não tem hora para ser feito, e os investigadores estão aguardando relatórios antes de conduzir a autópsia.

As mesmas fontes afirmam que não havia sinais de que Whitney estava bebendo álcool no quarto.

Mas foram encontrados recipientes de remédios vendidos sob prescrição médica.

Whitney Houston morreu neste sábado (11) aos 48 anos.

A causa da morte ainda não foi divulgada, apenas se sabe que ela foi encontrada morta por um integrante de seu staff em uma banheira de uma suíte no quarto andar no Beverly Hilton, hotel de Los Angeles.

A artista estava hospedada no local para se apresentar em uma premiação deste sábado em homenagem a Clive Davis, empresário que a descobriu quando tinha apenas 11 anos de idade.

A morte da cantora acontece no dia anterior à premiação do Grammy deste ano.

Logo após o anúncio, artistas homenagearam a cantora nas redes sociais.

A artista chegou a ser ressuscitada pelos paramédicos, mas foi declarada morta às 21h55 (horário de Brasília), sendo retirada do hotel às 6h de Brasília deste domingo (12).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here