“O pagode baiano é uma projeção moderna do lundu"

0

A polêmica que gira em torno das diversas confusões que envolvem grupos de pagode da Bahia ainda não acabou e esse assunto deu pano pra manga. Nós do Vida Inteligente, relatamos em fatos, histórias recentes que envolvem integrantes de alguns dos grupos, e através de pesquisa divulgada pelo Instituto futura/CORREIO, nesta segunda feira (27), ficou comprovada a queda na preferência dos baianos pelo ritmo.

 

Em busca de opiniões com alguns ícones do carnaval da Bahia – divulgada em parte na matéria de ontem – foi mostrado que o momento é de crise pra música baiana e isso não envolve somente o pagode, outros ritmos também estão inseridos nesse contexto. Conhecem aquele ditado de que quem procura acha? Pois é, procuramos os artistas, estigamos a opinião deles e foi atestada a insatisfação por parte de alguns e otimismo por parte de outros

.

Aprofundando mais ainda a nossa pesquisa e em busca de histórias do passado, nos deparamos com vídeos e entrevistas, de 2010, onde alguns artistas, entre eles, do cantor Gerônimo relatando – há dois anos – o que acontece hoje em cima dos palcos, por onde o pagode passa. Procuramos Gerônimo e se vocês acham que alguma coisa mudou no seu discurso, estão enganados. “Sempre observei os caminhos da música baiana e ao longo do tempo a MPB tem mostrado seu momento de modismo, comportamento”, disse. O cantor e compositor ainda afirma que desde sempre as músicas de duplo sentido e sotaque eram funcionais em festas de largo, e despistavam a censura e repressão, através de códigos e gírias.Confira aqui, no Vida Inteligente, a matéria completa

HGH pills

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here