Alagoas: Prefeito é preso por vender terreno destinado a desabrigados pelas chuvas

0

O gestor da cidade de Rio Largo, na grande Maceió, Antônio Lins de Souza Filho (PSB) se apresentou à Justiça e foi preso nesta terça-feira (22). O prefeito compareceu ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) acompanhado do advogado José Fragoso. Souza Filho foi ouvido pelo desembargador Otávio Leão Praxedes, e em seguida encaminhado para a academia da Polícia Militar, onde permanecerá detido em sela especial. O chefe do Executivo foi denunciado pelos crimes de apropriação de bem público, alienação ilegal de bem público, formação de quadrilha e dispensa ilegal de licitação.

Segundo o Ministério Público Estadual de Alagoas, o prefeito teria desapropriado uma área de 252,4 hectares pertencente a uma usina de cana-de-açúcar e avaliada em R$ 21,4 milhões, com o objetivo de construir casas para as famílias atingidas pelas chuvas ocorridas em junho de 2010, que deixou centenas de desabrigados município. Entretanto, o prefeito teria negociado o terreno com uma construtora por R$ 700 mil, que construiu um condomínio particular no local. Tudo isso com anuência da Câmara de Vereadores do município, que teve sete edis presos na noite da última quinta-feira, 17. Informações do Estadão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here