Baianos do bicicross treinam para provas locais e internacionais

0

Focados nas competições deste ano, os principais pilotos da Associação de Bicicross de Salvador (ABS), que representam a Bahia, treinam diariamente em busca do sonho de conquistar uma das vagas nas Olimpíadas 2020. Para isso, a preparação começa no próximo domingo (15), a partir das 10h, na pista Tertuliano Torres, na orla da praia do Corsário, em Salvador, quando os atletas disputam a etapa única do Campeonato Baiano de BMX.

No próximo dia 22, 10 pilotos baianos embarcam para Colômbia, onde participam do Campeonato Mundial, que acontece de 23 a 29 deste mês. Para finalizar, em junho, a cidade de Londrina (PR) recebe o Campeonato Brasileiro da modalidade, onde teremos novamente a presença dos ciclistas de bicicross da Bahia.
normal_1462993462Bicicross_foto_joo_Ubaldo_66
Realizada pela ABS, com apoio financeiro do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre), a etapa baiana de BMX terá com a participação de 150 pilotos, dos municípios de Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari (RMS), Itaberaba (centro norte), Paulo Afonso (Vale do São Francisco) e Barrocas (nordeste), que vão disputar a prova em 17 categorias.

Nomes que já são destaques nacionais como os de Paola Oliveira, 16 anos, Gabriel Reis Santos e Leonardo Cazé, 19; se juntam a Caio Carvalho, 16, Jaldo Brandão, 15 e Gabriel Leite, 14, considerados promessas do BMX baiano, para disputar a prova no domingo. Atual campeão baiano, Gabriel Reis Santos, treina duas vezes por dia para superar os próprios limites. Quarto colocado no último campeonato brasileiro, na categoria elite, ele esperar conquistar novamente o baiano e chegar bem no brasileiro. “Correr na elite é sempre complicado, porque reúne os atletas de alta performance”.

Mundial

Esperança de medalha no mundial da Colômbia, Paola Reis é o principal nome, na categoria júnior, do bicicross brasileiro. A atleta garantiu a única vaga brasileira, quando foi campeã sul-americana de júnior, em 2015. Com as malas prontas, ela espera escrever seu nome no esporte mundial, conquistando a medalha de ouro.

Segundo o técnico Leonardo Gonçalves, a Bahia já tem uma base formada para a elite do bicicross. “Sem dúvida, temos os melhores atletas do Brasil. Paola, por exemplo, não integra a Seleção Brasileira porque ela ainda tem 16 anos, quando a idade permitida é a partir de 19. O apoio da Sudesb, que tem ajudado nas despesas com passagens para nossos atletas e também na realização de competições, tem sido muito importante para a conquista deste bom nível”. Para o Campeonato Brasileiro, que será realizado de 24 a 26 de junho, em Londrina (PR), a Sudesb disponibilizará passagens para 10 atletas da ABS, que seguirão para Londrina, no Paraná. E para o Mundial, o órgão também já assegurou passagem aérea para Paola.

link-zap
Loading...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here