Hackers invadem site e e-mail de autor do Dia Hétero

0
Autor do projeto que criou o Dia do Orgulho Heterossexual em São Paulo, o vereador evangélico Carlos Apolinário (DEM) viu a polêmica ganhar repercussão internacional após um grupo de hackers invadir seu e-mail na quinta-feira (4) e sua página pessoal na internet.
Os invasores trocaram a imagem do parlamentar na página carlosapolinario.com.br e colocaram mensagens com dados sobre mortes de homossexuais no Brasil. Mais de 3 mil pessoas que estavam na lista de correio eletrônico do vereador, a maior parte de pastores da Assembleia de Deus e integrantes do alto escalão da igreja, também receberam as mensagens.
  “No Brasil, um homossexual é morto a cada 36 horas e esse tipo de crime aumentou em 113% nos últimos cinco anos. Em 2010, foram 260 mortos. Apenas nos três primeiros meses deste ano, foram 65 assassinatos”, dizia a mensagem, que ficou online das 10h49 às 16h48.
O ataque foi reivindicado na própria mensagem deixada no site do vereador pelo “Figli Tariki Shmotov”, da RedHack_Brasil. São ativistas ligados a um grupo que costuma invadir, desde 2009, sites de órgãos públicos na Rússia e em países do Leste Europeu.
Jornais americanos como The Washington Post também repercutiram o Dia do Orgulho Hétero, ainda citado no blog americano Huffington Post e no site do International Business Times. “Em 30 anos de vida pública, nunca vi repercussão como essa”, diz Apolinário na com visível satisfação.

Com informações: O Estado de S. Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here