MPT registra 28 empresas acusadas de coação eleitoral a favor de Bolsonaro

0

O Ministério Público do Trabalho (MPT) já registrou 28 empresas acusadas de praticar coação eleitoral a favor do candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, conforme levantamento realizado pela Pública, agência de jornalismo investigativo. A prática acontece quando donos de empresas tentam influenciar o voto de seus subordinados usando sua posição hierárquica.

Entre as demais empresas em que a motivação eleitoral dos casos de coação foi identificado, 25 estão sob sigilo ou não há conclusão sobre quem se beneficiou da prática, enquanto outras três atuaram a favor de parlamentares. Até o momento, o MPT recebeu 199 denúncias em 14 estados brasileiros – cada empresa pode receber mais de uma denúncia.

A notícia continua após esta Publicidade

Ainda segundo a agência Pública, há situações em que materiais de campanha idênticos são distribuidos em empresas diferentes, o que sugere uma comunicação entre os empresários. Com 100 denúncias, Santa Catarina é o estado com mais casos de coação eleitoral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here