Município de Jequié registra primeira morte por microcefalia

0

O município de Jequié, no sudoeste da Bahia, registrou a primeira morte por microcefalia, segundo informação divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado, nesta quarta-feira (20). O órgão não informou quando o óbito ocorreu. Com isso, o número de mortes no estado decorrentes da microcefalia chega a 31.

Em boletim do Ministério da Saúde, também divulgado nesta quarta, o número de casos suspeitos de microcefalia subiu para 647 na Bahia. Os dados coletados correspondem até o dia 16 de abril.

No levantamento da Sesab, cujos dados foram coletados até 9 de abril, estão registrados 599 notificações da doença. O número de casos confirmados subiu de 178 para 219 no estado. Já os casos descartados subiram de 68 para 174.

Em todo país, 1.168 casos foram confirmados e 2.241 foram descartados para microcefalia e outras alterações do sistema nervoso, sugestivas de infecção congênita. Ao todo, foram notificados 7.150 casos suspeitos desde o início das investigações, em outubro de 2015, sendo que 3.741 permanecem em investigação. Os dados do informe são enviados semanalmente pelas secretarias estaduais de saúde.

Os 1.168 casos confirmados ocorreram em 428 municípios, dse 22 estados do país.A região Nordeste concentra 77,2% dos casos notificados, com 5.520 registros até o momento. O estado de Pernambuco continua sendo a unidade da federação com maior número em investigação (760), seguido da Bahia (647), Paraíba (389), Rio Grande do Norte (297), Rio de Janeiro (294), e Ceará (254).

Mortes
Trinta e uma mortes de bebês associadas à microcefalia foram registradas na Bahia, segundo o boletim da a Secretaria de Saúde Estadual divulgado, divulgado no dia 12 de abril.

As mortes foram registradas nos seguintes municípios: Alagoinhas (1), Anguera (1),Camaçari (3), Conceição do Jacuípe (1), Cravolândia (1), Crisópolis (1),  Jequié (1), Monte Santo (1), Barro Preto (1), Campo Formoso (1), Itabuna (2), Itapetinga (1), Olindina (1),Salvador (6), Tanhaçu (1), Esplanada (1), Feira de Santana (1), Presidente Tancredo Neves (1),Santo Antônio de Jesus (1), Simões Filho (1), Senhor do Bonfim (1), Ilhéus (1), Lauro de Freitas (1).

O Ministério da Saúde divulgou no mês de março um novo protocolo para notificação de bebês com microcefalia. Os novos critérios determinam as notificações de microcefalia para bebês do sexo masculino com perímetro cefálico menor menor ou igual a 31,9cm  e perímetro cefálico menor ou igual a 31,5cm para bebês do sexo feminino.

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) informou que, por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), revisou todos os casos notificados desde outubro de 2015.Antes, a notificação de microcefalia levava em consideração o perímetro cefálico menor ou igual a 32 cm para diagnóstico da doença.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here