Publicado em : 24 de dezembro de 2012

Odetinha: conheça a história da menina de 9 anos que pode ser a primeira santa carioca

Odetinha, a santinha carioca: será iniciado processo de canonização da menina que atrai fiéis ao Cemitério São João Batista

Ela nasceu em Madureira, cresceu em Botafogo e morreu aos 9 anos. Mas a procissão de devotos no túmulo da pequena Odette Vidal de Oliveira já dura mais de sete décadas. “Odetinha”, a “Santinha do São João Batista”, o “Lírio de Pureza e Caridade” — títulos usados por católicos que eternizam a fé na menina — pode se tornar a primeira santa carioca.

O processo será lançado no dia 18 de janeiro de 2013, ano em que o Rio receberá milhões de católicos na Jornada Mundial da Juventude. No dia 20, seus restos mortais seguirão na procissão de São Sebastião.

— Na Igreja de Nossa Senhora da Glória, dia 18, celebraremos a abertura do processo canônico para causa dos santos de Odetinha. Ela passa a ser chamada “serva de Deus” — explica Dom Roberto Lopes, responsável pelo processo.

Túmulo de Odetinha, no Cemitério São João Batista, em Botafogo

As placas com agradecimentos de devotos e os vasos com flores recentes não deixam dúvidas. O túmulo de Odetinha é um dos mais visitados no Cemitério São João Batista, em Botafogo. Mas a fama de milagreira da menina vai muito além da Zona Sul do Rio. Em sua sepultura, há homenagens feitas por fiéis do Piauí, de Pernambuco e do Paraná.

Atriz agradece ao apoio

Ao todo, dez placas e 13 vasos com flores decoram o jazigo de Odetinha. Em cima dele, há uma estátua dourada que reproduz a criança. Logo adiante, em frente ao túmulo de Odette, estão sepultados os pais da garota. Ali, mais placas foram depositadas para retribuir os milagres atribuídos à menina.

Segundo funcionários, o túmulo é um dos mais procurados do cemitério. Eles se lembram até da devota mais famosa, Giovanna Antonelli, rezando no jazigo da menina. Inspirada pela fé de sua avó, a atriz ofereceu à Odetinha seu primeiro papel de protagonista na TV, a Jade, de “O Clone”. E até hoje, em depoimentos e orações, agradece o sucesso conquistado com a ajuda do “Lírio”.

Para o frei James de Lira, da Igreja da Imaculada Conceição, onde a menina recebeu a Primeira Comunhão, sua canonização será importante para a igreja do Rio.

— A canonização da Odetinha vai acender a fé de muitas pessoas. Para os cariocas, vai ser motivo de orgulho muito grande ter uma santa. A história dela será um exemplo para outras pessoas. Acho que isso também vai mexer com as nossas crianças. Esperamos que a canonização da Odetinha desperte em outras crianças este amor ao próximo e este sentimento de caridade que ela tinha — diz o religioso.

Caminho para a santidade

Investigações

Há um ano, a Igreja iniciou as pesquisas para pedir o início do processo de canonização.

Autorização

Dia 31 de outubro, recebeu do Vaticano um documento chamado “Nihil Obstat”, que quer dizer “nenhuma objeção”.

Vida confortável

A menina foi criada em um casarão em Botafogo, e era estudante do Colégio Sion.

Humildade

Odetinha almoçava na mesa com as empregadas e dispensava o motorista para chegar a pé na escola. Adorava fazer doações.

Placas de agradecimento se espalham no entorno do túmulo da menina

Nove anos de fé católica

“Oh meu Jesus, vinde agora ao meu coração!”, dizia, segundo os estudos da Arquidiocese, Odetinha ao receber a comunhão. Moradora de Botafogo, a menina nascida no dia 15 de setembro de 1930 tornou-se famosa na Paróquia Imaculada Conceição, em Botafogo, por sua dedicação a obras de caridade. No ano seguinte à morte de Odetinha, o padre Afonso Maria Germe lançou sua biografia, em que ressaltava a devoção da criança pelo sacramento da Eucaristia.

Também impressionava os católicos de sua época o trabalho precoce em devoção aos pobres: a mãe da menina fazia, todos os sábados, uma feijoada beneficente. Odetinha fazia questão de colocar o avental e servir as refeições. Também inspirou os pais a começar uma obra social para meninas órfãs, que dura até hoje.

Odetinha morreu vítima de paratifo, doença infecciosa de origem bacteriana. Foram 49 dias de sofrimento, assistido de perto pela sociedade carioca e pelos pobres que ajudava. A menina dizia: “Eu vos ofereço, ó meu Jesus, todos os meus sofrimentos pelas missões e pelas crianças pobres”. No dia da morte, 25 de novembro de 1939, ela declarou: “Meu Jesus, meu amor, minha vida, meu tudo”.

...
Deixe um comentário pelo Facebook:  
Exibindo 11 Comentários
Dê a sua opinião
  1. eta disse:

    esta mocinha tem uma luz diferente.

  2. josé renato disse:

    odetinha. que dos céus onde está, peça a jesus que nos abençoe todos os dias, derramando graças sobre toda a terra, amém.

  3. Peço a Odetinha que abençoe todas sa crianças do Brasil e do mundo. Que essas crianças sigam o seu exemplo de Fé em Deus. Odetihna eu peço pelo o meu desemprego.

  4. Maria de Fatima G. da Costa disse:

    Peço a Odetinha que abençoe todas as criançinhas do mundo,que sigam com a sua simplicidade e amor a Jesus. Minha menina Odetinha peço pela minha vida financeira.

  5. Joao Resende disse:

    Santa oferecendo feijoada? Sei la…

  6. maria cecilia disse:

    Que Deus nos proteja, peço a Odetinha a graça de ser chamada para o concurso que fiz ,fui uma criança muito sofrida e hoje peço essa oportunidade, ficarei devota de ti pelo amor de Deus me ajude a alcançar esta graça.

  7. Iara Rabello disse:

    Peço a Santa Odetinha que ajude Lara Rabello para que fique curada da escoliose e nao precise usar colete.Nos divulgaremos esta graça e ficaremos devotas de ti.

  8. Iara Rabello disse:

    Peço a Santa Odetinha que ajude Lara Rabello para que fique curada da escoliose e nao precise usar colete.Nos divulgaremos esta graça e ficaremos devotas de ti.Peço que proteja todas as crianças e adolecentes do mundo.

  9. Iara Rabello disse:

    Peço a Santa Odetinha que ajude Susana Pordeus Rabello para ser chamada no concurso que fez para professora efetiva.Que ela consiga matricular seu filho.

  10. Iara Rabello disse:

    Peço a Santa Odetinha para abençoar um emprego para Marcelo Pordeus Rabello e para Flavio Pordeus Rabello.

  11. JAKELINE disse:

    PEÇO A SANTA ODETINHA QUE ILUMINE OS MEUS CAMINHOS AMEM.

Deixe um comentário

Seu site

XHTML: Você pode usar estes códigos para personalizar seu comentário: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Notícias | Esportes | Concurso da PM