Restos mortais de turista desaparecido desde 2015 são encontrados na Chapada Diamantina

0

Um corpo foi encontrado na tarde desta quinta-feira (11), na região das trilhas que seguem para a Cachoeira da Fumaça, na Chapada Diamantina, estado da Bahia. Em nota. o Corpo de Bombeiros diz que acredita que o corpo seja do turista espanhol Hugo Ferrara Tormo, que desapareceu na região em dezembro de 2015. Os restos mortais foram encontrados entre a Cachoeira da Fumaça e a trilha para a Cachoeira do 21, que fica entre os municípios de Lençóis e Palmeiras.

Segundo os bombeiros, as buscar pelo turista foram retomadas depois que um guia local encontrou uma mochila, com pertences que, supostamente, pertenciam ao espanhol. Não há informações sobre quando a mochila foi encontrada.

Através da assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA, o titular da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior de Seabra, delegado Rafael Almeida de Oliveira, afirmou que na mochila foram encontrados os documentos do desaparecido, além de um diário contando todo o trajeto percorrido por ele nas trilhas.

“Ele relata no caderno que havia sofrido um acidente que o deixou bastante debilitado”, afirmou o delegado. Com informações sobre os passos de Hugo, as equipes do 11º GBM retomaram as buscas

A operação teve o apoio da aeronave do “Programa Bahia sem Fogo – BSF” e contou com uma equipe composta por oito militares formados pelo Curso de Prevenção e Combate a Incêndios Florestai. Ainda de acordo com os bombeiros, a equipe de busca percorreu as principais trilhas turísticas que ligam até a Cachoeira da Fumaça, além de vales, cânions, cachoeiras e leitos dos principais rios de região.

Caso

Em julho de 2016, familiares de Hugo Ferrara Tormo pediram a quebra do sigilo telefônico do turista de 27 anos. À época, a irmã do espanhol, Paola Ferrara, afirmou que isso daria certeza se ele saiu ou não do Parque da Chapada Diamantina. Meses antes, em maio, a família já havia oferecido uma recompensa de R$ 15 mil para quem achasse o rapaz ou informasse o paradeiro dele.

A informação do desaparecimento do espanhol foi divulgada pela Polícia Federal no dia 4 de fevereiro de 2016. Segundo a PF, Hugo Ferrara teria desembarcado no município de Seabra, que fica na região da Chapada Diamantina, e, desde então, não havia mantido contato com a família.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, com base em informações de familiares, o objetivo do jovem era partir de Seabra para Lençóis, cidades afastadas por cerca de 70 quilômetros. A família relatou à Polícia Federal que Hugo Ferrara não tinha costume de ficar sem manter contato por tanto tempo.

Segundo informações do delegado Marcelo Matos Aguiar, titular da delegacia de Seabra, Hugo desapareceu após assinar um livro de guia e seguir uma trilha no Vale do Capão com destino à cidade de Lençóis. Ele estava sozinho e iria encontrar um amigo quando chegasse ao município de Lençóis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here