Ser humano está causando extinção em massa na Terra, afirmam cientistas

0

A Terra está passando por sua sexta extinção em massa, a primeira desde que um cataclismo acabou com os dinossauros. Essa é a opinião do professor de Estudos Populacionais do departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Stanford, Paul Ehrlich e da diretora associada e coordenadora de políticas do Centro de Conservação Biológica de Stanford, Anne Ehrlich. A culpa desse evento trágico: dos seres humanos.

De acordo com uma estimativa recente, o planeta já perdeu meta de sua vida selvagem nos últimos 40 anos. A causa para esse problema já foi identificada pelos cientistas em um artigo publicado no site de opinião Project Syndicat: nós, humanos.

link-zap
Loading...

Planeta-estaria-próximo-da-sexta-extinção-em-massa-diz-boato
De acordo com cientistas, estamos no processo de acabar com os nossos únicos companheiros conhecidos no Universo. Essas espécies que estão desaparecendo são essenciais aos humanos, pois fazem parte de um ecossistema que regula o clima, mantém o solo fértil, poliniza culturas, protege de pragas, filtram a água e ainda nos fornecem comida.

A causa para a perda de tantas espécies é a rápida expansão da atividade humana, que é direcionada pelo crescimento de nossa população e aumento do consumo per capita. Estamos destruindo habitats para criar fazendas, estradas e cidades. Nossa poluição também está influenciando o clima e envenenando solo, água e ar.

O crescimento populacional também gera uma demanda por computadores e smartphones, que usam recursos para minerar os componentes necessários.

Essa conjunção faz com que todos os seres vivos – inclusive os humanos – esteja preso em um ambiente venenoso, com organismos que não são capazes de se adaptar, rumo à extinção.

“A cada nova pessoa, o problema fica maior”, aponta o artigo de Paul e Anne Ehrlich. Como os seres humanos são inteligentes, eles tendem a usar os recursos mais acessíveis primeiro. Se posicionam nas terras mais ricas, produtivas e bebem a mais próxima e limpa água antes, procurando também as fontes de energia mais fáceis de alcançar.

Para os pesquisadores, cada nova pessoa traz mais estresse para o planeta e seus sistemas, causando mais dano ambiental e mais extinção do que as gerações anteriores.

Resumindo a questão, os cientistas explicam que a população humana é maior do que a da maioria das outras espécies, com exceção de ratos, gatos, cachorros, baratas e gado. Apesar da expansão da agricultura, estamos nos apropriando de metade da energia do Sol usada para produzir alimentos para todos os animais – e as nossas necessidades estão sempre crescendo.

Desta forma, os pesquisadores acreditam que a extinção de espécies já faz parte de uma verdadeira “bomba populacional” que deve atingir o planeta. E os danos estão longe de acabar!

Você concorda com a visão de Paul e Anne Ehrlich? Será que é possível mudar o curso do planeta e evitar um desastre? Comente!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here