Simpósio de Baianidade trouxe benefícios para a Chapada Diamantina

0

O 1º Simpósio Internacional de Baianidade, que começou na última quinta-feira (13) e teve o objetivo de promover uma discussão sobre “as diversas faces da baianidade” terminou hoje (16). O evento que aconteceu na cidade de Seabra, a 450 km de Salvador, foi promovido pelo Campus XXIII da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), trouxe benefícios para a cidade.

Além de proporcionar informações de forma clara, objetiva e acadêmica sobre a baianidade aos estudantes universitários, o evento movimentou a rede hoteleira da cidade, bem como o comercio da região.

[nggallery id=29]

A notícia continua após esta Publicidade

“Trata-se do inicio de uma missão a ser cumprida: a eterna discussão de nós mesmos sempre num devir ativo; em um vai e vem de respostas e questionamentos sobre o que vem a ser as várias ‘faces’ da baianidade. Encantamos e fomos encantados, daí a certeza da continuidade e renovação desta proposta que beneficiou a Chapada Diamantina”, declarou o diretor do Campus da Uneb de Seabra, Gildeci Leite.

No último dia foi oferecido um café da manhã para os simposiastas, algumas sessões de comunicação e pôster, além da entrega dos certificados.

Durante os quatro dias foram promovidos 15 mini cursos, 10 mesas de debates com músicos, escritores, pesquisadores, professore e doutores convidados, além das palestras de Muniz Sodré, Julio Braga, Capinam e Antonio Torres.

As palestras, mesas redondas e mini cursos foram aprovados pelos estudantes universitários. “Para mim o evento tem uma temática interessante. O mini curso que participei me contemplou, pois pelo fato de ser baiana, me identifiquei como as informações discutidas sobre a baianidade”, disse a estudante de história, Talita Fontes.

Durante o evento também houve exposições de artesanatos locais, assim como uma livraria universitária que comercializava livro com preços mais acessíveis.

Estiveram presentes durante o evento o representante da reitoria da universidade, professor Luiz Paulo Neiva, representante da pró reitoria de extensão, a professora Suely Messeder, o presidente do Olodum, João Jorge, o diretor do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Iderb), Dr. Pola Ribeiro, o representante cultural da embaixada da Nigéria, Dr. Misbah Akanni e o reitor da Universidade Ilorin da Nigéria, Dr. Abdul Rasheed Na’Allah.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here