Transalvador retira site do ar após invasão de hacker

1

A Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) retirou sua página na internet do ar por volta das 10h30 desta segunda-feira (25), após invasão de hacker. No endereço onde ficam hospedados os links ao vivo das câmeras de trânsito da capital, havia o nome “Lemon Crew” e a seguinte mensagem: “O mundo e um lugar perigoso de se viver, Nao por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer”. Ainda no site, o invasor posta o usuário de twitter @mvrech, mas o perfil não consta como ativo na página da rede social. Ao acessar o endereço, o internauta também podia ouvir som de rock.

Ao ser questionada no início da manhã pelo G1 sobre a suposta invasão de hacker em seu site, a Transalvador informou, por meio de assessoria, que o problema havia sido detectado há pouco tempo e que técnicos do órgão estariam trabalhando para solucionar o ocorrido. A página permaneceu invadida por quase toda a manhã desta segunda, quando por volta das 10h30, todo o site foi retirado do ar.

Nailton Lantyer Filho, presidente da a Companhia de Governança Eletrônica de Salvador (Cogel), responsável por hospedar os sites da prefeitura, informou que “ao que tudo indica, o site sofreu uma invasão por FTP (protocolo de transferência de dados). Não podemos concluir nada agora, mas uma comissão de inquérito será aberta e dentro de 15 dias um relatório com maiores detalhes será divulgado”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here