Vulcabras/Azaléia se prepara para demitir mais de 2 mil funcionários

0

De acordo com fontes ligada à empresa, aconteceu uma reunião na fábrica, quando os supervisores foram informados da decisão da direção da indústria, o que causou apreensão e medo. Mesmo com a redução drástica do seu quadro de funcionários a partir de 2011, a Azaleia ainda conta com cerca de 4.500 colaboradores, na sua planta em Itapetinga. Entre 2011 e 2012, quando contava com 23 mil empregados, a Azaléia fechou 18 filiais em cidades da região, o que resultou na demissão de cerca de 17 mil empregados, devastando as economias das cidades de Itapetinga, Itororó, Itambé, Potiraguá, Itarantim, Maiquinique, Macarani, Firmino Alves, Ibicuí, Iguaí e Caatiba.

kdc4y2G

A reportagem antecipou o fechamento das fábricas com 30 dias, alertando sobre o iminente desastre, mas nenhuma autoridade moveu uma palha para evitar as demissões. O prefeito Zé Carlos chegou a desmentir a informação, chegando a dizer que se tratava de “terrorismo de um certo blog”, mas tudo se confirmou e as fábricas foram mesmo fechadas. Com o tempo e muito esforço dos seus prefeitos, a maioria das cidades da região conseguiram atrair novas indústrias para ocuparem os antigos galpões abandonados pela Azaléia, recuperando parcialmente as suas economias. Surpreendentemente, o prefeito de Itapetinga, que é governista de carteirinha, não atraiu nenhuma fábrica para o município, e os galpões da Sudic continuam vazios, apesar das reiteradas promessas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here