SIHS vai ao Ministério das Cidades discutir obras estruturantes

0

Conforme determinação do Governo do Estado para tirar do papel o maior número de obras estruturantes, a exemplo da implementação de sistemas de esgotamento sanitários, o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, se reuniu com representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Companhia de Engenharia Ambiental e de Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) e Casa Civil, além do gerente executivo Caixa Econômica Federal na Bahia, Mário Sérgio Baptista, nesta quarta-feira (10).

Foram discutidos no encontro aspectos relacionados à liberação de recursos por parte do governo federal, o monitoramento das contrapartidas do Governo do Estado e o acompanhamento das obras de execução física em andamento. Após apresentação de diagnóstico das intervenções em andamento ficou agendada a ida de Cássio Peixoto ao Ministério das Cidades, no próximo dia 16, para debater principalmente a execução de prazos e estudos de excepcionalidades das obras.


Na reunião desta quarta foram analisadas as intervenções em 15 cidades. Os municípios que estiveram na pauta do encontro e que serão levados ao Ministério das Cidades são Candeias, Camaçari, Salvador, Simões Filho, Lauro de Freitas, Feira de Santana, Conde, Iaçu, Santa Maria da Vitória, Jacobina, Barreiras, Cruz das Almas, Vera Cruz, Luís Eduardo Magalhães, Eunápolis, além das obras das barragens do Catolé e Rio Colônia.

A meta da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) é reunir os envolvidos nas obras a cada 15 dias. Para Cássio Peixoto, a visita ao Ministério das Cidades será muito importante. “Afinal, é de onde vem a maior parte dos recursos e nos permite uma avaliação clara de prazos, execução e outras possibilidades de aceleração de obras”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here