Agricultores familiares de Itaberaba participam de oficina sobre acesso à terra

0
Mais de 100 agricultores familiares participaram, neste sábado (23), da Oficina Políticas Públicas, Acesso a Terra e Crédito Fundiário, durante a 3ª Expo Paraguaçu e a Feira Territorial da Agricultura Familiar, que seguem até este domingo (24), no Horto Municipal de Itaberaba. Os eventos reúnem a diversidade da produção rural local e territorial.
A coordenadora de Reforma Agrária, da Coordenação de Desenvolvimento Agrário (CDA), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Isabel Oliveira, ministrou a oficina e destacou que a palestra serviu para aproximar, ainda mais, o Estado dos agricultores familiares que buscam adquirir terra via financiamento. “Viemos orientar, colocar o Estado à disposição para acompanhar o grupo e fortalecer a luta deles na questão do crédito fundiário”, disse.
Isabel observou que no processo de compra direta da terra, os agricultores têm 25 anos para pagar, com três anos de carência, e um bônus para quem paga em dia. “Isso tem despertado interesse dos agricultores familiares de saber como acessar essa política”.
Associação
A presidente da Associação Comunitária de Trabalhadores Rurais Unidos Venceremos, Luciana Brito, afirmou que o encontro serviu para tirar dúvidas e saber quais os caminhos para legalizar seu espaço de produção. “Muita gente queria saber mais informações de como é o processo de acesso ao crédito fundiário. Esclarecemos tudo sobre prazos e valores”, ressaltou Luciana.
De acordo com o coordenador de Agricultura de Itaberaba,  Danilo Santos, o município tem aproximadamente 20 mil famílias de agricultores familiares. Para ele, a oficina foi importante pois mostrou para os agricultores familiares que é possível, por meio do crédito fundiário, comprar a terra com segurança jurídica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here