Alunos itaberabenses estão entre os destaques da 11ª OBMEP

0
 A 11ª Olimpíadas Brasileira de Matemáticas das Escolas Publicas, na primeira fase teve a participação de 17.970.745 (dezessete milhões novecentos e setenta mil e setecentos e quarenta e cinco) alunos de 745 (setecentos e quarenta e cinco municípios) em 47.582 (quarenta e sete mil quinhentos e oitenta e duas) escolas, sendo 99,48% em todo Brasil.
Classificaram para segunda fase 889.018 (oitocentos e oitenta e nove mil e dezoito) alunos em 42.316 Escolas de 97,62% dos Municípios em todo território nacional.
Nos 417 municípios do Estado da Bahia foram conquistadas 16 medalhas de ouro, 32 medalhas de prata 97 medalhas de bronze e 1.194 menções honrosa.
11059518_757039797746596_3217799865120720714_n
Os alunos de Itaberaba conquistaram 02 medalhas de bronze e 06 menções honrosas que segui nomes e escolas.
Estão de parabéns os estudantes Itaberababense que com brilhantismo se destacaram na 11º Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Publicas com 02 (duas) medalhas de Bronze e 06 (seis) menções honrosas.
FELIPE DANIEL DA S CRUZ FRANCAESCOLA MUNICIPAL PEDRA QUE BRILHA e VICTOR SAMID DOS SANTOS SOUZAESCOLA MUNICIPAL NOVO TEMPO, representarão a cidade de Itaberaba na 11ª OBMEP suas presenças no pódio com a conquista de ambos daMEDALHA DE BRONZE.
 
Os Alunos que obtiveram êxito com Menção Honrosa
1.   ALAN AZEVEDO DOS SANTOS SILVA – ESCOLA MUNICIPAL NOVO TEMPO;
2.   ANA CAROLINE PINHEIRO DA CRUZ – ESCOLA MUNICIPAL NOVO TEMPO;
3.   NATANAEL DE OLIVEIRA SANTOS – ESCOLA MUNICIPAL PEDRA QUE BRILHA;
4.   MAELY DE SOUZA DA SILVA – COLEGIO MODELO LUIS EDUARDO MAGALHAES;
5.   CLEITON DOS SANTOS OLIVEIRA – COLÉGIO MODELO LUIS EDUARDO MAGALHÃES e:
6.   SAMUEL FERREIRA DA SILVA COLEGIO ESTADUAL DE ITABERABA
 
As Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) foi um projeto criado para estimular o estudo da Matemática entre alunos e professores de todo o país. Promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e pelo Ministério da Educação (MEC), é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática(SBM).
Voltada para a escola pública, seus estudantes e professores, a OBMEP tem o compromisso de afirmar a excelência como valor maior no ensino público. Suas atividades vêm mostrando a importância da Matemática para o futuro dos jovens e para o desenvolvimento do Brasil.
A OBMEP é dirigida aos alunos de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e aos alunos do Ensino Médio das escolas públicas municipais, estaduais e federais, que concorrem a prêmios de acordo com a sua classificação nas provas.
Objetivos
Estimular e promover o estudo da Matemática entre alunos das escolas públicas.
Contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica.
Identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas.
Incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas, contribuindo para a sua valorização profissional.
Contribuir para a integração das escolas públicas com as universidades públicas, os institutos de pesquisa e sociedades científicas.
Promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.
 
Regulamento e Divisão em Níveis
Os alunos participantes da OBMEP são divididos em 3 níveis, de acordo com o seu grau de escolaridade, como a seguir:
Nível 1
Alunos matriculados no 6º ou 7º ano do Ensino Fundamental, no ano letivo correspondente ao da realização das provas.
Nível 2
Alunos matriculados no 8º ou 9º ano do Ensino Fundamental, no ano letivo correspondente ao da realização das provas.
Nível 3
Alunos matriculados em qualquer série do Ensino Médio, no ano letivo correspondente ao da realização das provas.
 
A OBMEP é desenvolvida em duas fases:
Primeira Fase
Prova objetiva (múltipla escolha). Participam dessa fase todos os alunos inscritos por suas escolas.
Cabe a cada escola selecionar os alunos com melhor desempenho na Primeira Fase e que participarão da Segunda Fase, como também fixar previamente critérios de desempate a serem aplicados, quando necessário, de modo a não exceder sua cota de 5% em cada nível.
Segunda Fase
Prova discursiva. Para essa fase classificam-se 5% dos alunos com melhor desempenho em cada nível na 1ª Fase.
 
Premiação
A OBMEP premia alunos, professores, escolas e secretarias de educação. Essa premiação não se baseia mais exclusivamente no resultado das provas. A partir de 2012, houve mudanças nos critérios da premiação: foi estipulado um limite máximo de medalhas para escolas seletivas de acordo com o nível e com o tipo de premiação. Escolas seletivas são aquelas que, em algum momento, realizaram processo seletivo para admissão de alunos.
500 – Medalhas de Ouro
1.500 – Medalhas de Prata
4.500 – Medalhas de Bronze
Até 46.200 Certificados de Menção Honrosa
Professores e escolas são premiados.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here