Bomba: Prefeitura confirma municipalização do Colégio Centenário

4

Itaberaba assumirá a gestão do Colégio Centenário e com isso, no Território do Piemonte, faltarão apenas Ibiquera e Wagner atenderem a determinação federal

O governo da Bahia está em negociação com a Prefeitura de Itaberaba para repassar ao município a gestão do Colégio Estadual Centenário, localizado no Bairro Independente. A informação foi prestada por Reginaldo Brandão da Silva, diretor regional – em exercício – de Educação da Diretoria Regional de Educação (Direc 18), órgão descentralizado do Governo do Estado da Bahia.

colégio-centenário1“Estamos apenas cumprindo o que determina a Constituição Federal, que estabelece em lei a transferência do Ensino Fundamental II dos Estados para os municípios, que são os que têm a obrigação de responder por esses alunos”, diz Reginaldo Silva. Segundo ele, a prioridade do Estado é para com o ensino médio, ficando sob a responsabilidade do município, além da oferta de ensino de educação infantil, também o ensino fundamental.

O responsável pela Direc 18 esclarece que os atuais alunos do FII (6º ao 9º ano) e do ensino médio do Colégio Centenário continuarão ali estudando. “Só sairão aqueles alunos do ensino médio que quiserem estudar em outro local e que pedirem transferência”, tranqüiliza ele às famílias dos estudantes do Centenário.

O convênio a ser assinado prevê a cessão do uso do prédio pelo município, que arcará com todas as despesas administrativas como o pagamento de salários de professores e funcionários, além dos gastos com segurança e merenda escolar.

Segundo ele, a possibilidade de transferência do Colégio Centenário do Estado para o município vem sendo aventada desde 1997, mas agora entrou em sua fase final. Reginaldo Silva destaca que dos 13 municípios que compõem o Território de Identidade Piemonte do Paraguaçu, 10 já tiveram seus colégios estaduais transferidos aos municípios, restando apenas Itaberaba, Ibiqüera e Wagner seguirem a determinação federal.

Ele ainda destaca a boa experiência obtida com a transferência do Estado para Itaberaba da Escola Góes Calmon, que continua oferecendo um alto nível de ensino.

4 COMENTÁRIOS

  1. É inadimissível o governo municipal não construir escolas e querer municipalizar os Colégios Estaduais, mas tudo indica que o verdadeiro interesse é o dinheiro que o colégio irá receber.

  2. Interessante, o Sr. Reginaldo Brandão Silva,diretor da Direc 18 em exercício, é funcionário da Prefeitura que está emprestado a Direc 18, não é muita coincidência essa atitude do mesmo?, perguntar não ofende.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here