Conheça a transexual de Itaberaba que irá concorrer ao título de Miss Bumbum 2012

9

Foram quatro anos de economia até que Amanda Sampaio, a candidata transexual da segunda edição do Miss Bumbum, juntasse os US$ 7 mil para fazer a operação de mudança de sexo em Bangoc, na Tailândia, em 2007.
Nesse período, Amanda – que posou para o EGO no Club Hotel Cambridge, na região central de São Paulo – conta que trabalhou como cabeleireira e até fez programas para conseguir o dinheiro. “Não passei dificuldade porque minha mãe me ajudou. Se soubesse (como era boa a sensação pós-cirurgia), tinha feito a operação antes”, diz ela que hoje trabalha como gogo girl em uma casa noturna e é gerente de outra, ambas na capital paulista.

Em maio de 2010, ela adotou oficialmente o nome de Amanda Sampaio. O nome masculino que constava em sua certidão de nascimento, com jeitinho, a transex se recusa a falar.
Ela, que nasceu em Itaberaba, na Bahia, conta que sempre soube que era diferente. Com cerca de 5 anos, idade em que os meninos estão às voltas com bolas e carrinhos, ela brincava de boneca e de casinha e só tinha amiguinhas. “Quando minha mãe estava grávida de mim, queria muito uma menina. Tive a alegria de dar a ela a menina que ela queria”, diz Amanda, que é a caçula de uma família com mais dois irmãos e uma irmã.

Com 15 anos, ela diz que tinha vergonha de ver seu pênis no espelho. “Eu não me via naquele corpo”, fala Amanda, que namora há dois anos um personal trainer.

Segundo Amanda, o namorado, que ela prefere não identificar, nunca havia se relacionado com um transexual. Ela diz que foram necessários dois meses de namoro até que eles transassem pela primeira vez. “Ele me disse que era mais apertadinho (comparado a relação sexual com outras mulheres)”, contou.

De olho no título e na fama que o concurso – que acontece em novembro em São Paulo – pode proporcionar, Amanda revela que começou a pegar mais pesado na malhação nos últimos três meses. “Tenho malhado quatro vezes por semana, por uma hora e meia. Fazendo muitos exercícios para o bumbum”, fala ela, acrescentando que também se submete a sessões de drenagem linfática.

Louca por refrigerante, ela também cortou o item de seu cardápio. “Eu era viciada. Morro de vontade, mas não tomo”, frisa, com força de vontade.

Amanda diz que os elogios que recebia dançando como gogo girl a levaram a se inscrever no concurso. “Danço de roupa curta e todo mundo falava que o meu bumbum é muito bonito. Daí resolvi participar”, afirma ela que diz ter se inspirado na transexual Jenna Talackova, que participou do concurso Miss Universo no Canadá em maio deste ano. Se ganhar o título de Miss Bumbum, Amanda pensa em aproveitar a fama para tentar uma carreira artística, mas confessa não saber fazendo o quê.

A transex assume que, além de cuidar do corpo, também está pronta para enfrentar as críticas das outras candidatas. “Já vieram falar que não é justo eu concorrer, porque não tenho celulite”, diz Amanda, fazendo referência ao senso comum de que homens, em geral, não sofrem deste mal. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o homem pode até ter celulite, mas é mais raro, pois o problema está fortemente relacionado ao hormônio estrogênio, presente em maior quantidade nas mulheres, e que Amanda tem de tomar periodicamente.

9 COMENTÁRIOS

    • Nos finais do tempos seremos muitos, isso tb é biblico,e homossexualidade é diferente do que vc diz, pois temos os eunucos que viviam sem machos, mas se permitiam ser castrados para continuarem com a convivência das mulheres à que esses eunucos se identificavam seu idiota.

      • os transexuais de hj, são os eunucos dos tempos bíblicos mas com silicone como mulher com a anatomia mais masculina coloca silicone, àquele que tem o mesmo perfil feminino, porque não pode alterar, então, se deus escolhe
        como vamos nascer, é errado corrigir crianças que nascem hermafroditas, porque assim deus quis, antes da medicina evoluída o hermafrodita não podia mudar e fazer suas escolhas anatômicas, mesmo assim viviam como homens ou mulheres. Pense nisso.Pois quem procria não é ela, que é transexual, e sim, vc evangélico preconceituoso. Minha mãe me bateu muito e continuei sendo efeminado e hj transexual. E por incrível quepareça, nós nascemos em famílias de pais que pensam igual à vc. Cuidado

  1. olha amanda vc foi uma pessoa de coragem te admiro por isso existem muintos por ai te criticando nao se importe niguem pagou sua cirugia mesmo .olha amei sa fotos ta de parabens prima quase nem acreditei q era vc nossa.aqui vc tem uma prima que te adimira muinto desde da infançia.te desejo muinto sucesso bjs

  2. Quero ver quando o tempo começar a deixar suas marcas sobre um corpo cheio de silicone como esse. As pessoas naturais, por mais belo corpo que possuam, mudam absurdamente após os 50 anos, imagine um corpo todo modificado.

  3. realmente ela é uma gata,as pessoas deveriam saber que:o importante nessa vida é ser feliz,se ela não estava se sentido bem como homem…Tem todo o direito de mudar de sexo.

  4. semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro. Romanos 1:27

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here