Operação do MP-BA resgata 2.380 animais na região de Itaberaba

0

A 6ª edição da Operação Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada na região do Rio Paraguaçu, na Bahia, entre 27 de julho e 7 de agosto, resgatou 2.380 animais, apreendeu 64 armas de fogo, prende 11 pessoas e interditou duas serrarias. A operação foi coordenada pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Segundo a Polícia Rodoviária (PRF), que apoiou a operação, o resultado da operação foi maior do que o de todas as outras edições anteriores da FPI.

Dois casos que chamaram a atenção ocorreram na zona rural de Itaberaba. Segundo a PRF, em um deles um homem foi detido por falsificar anilhas – objeto utilizado para comprovar a origem legal das aves. Na casa do homem, foram encontrados  37 pássaros com sinais de maus-tratos.

link-zap
Loading...

20150729092155
O outro caso foi em um Hotel Fazenda, onde foram resgatados vários animais silvestres, como arara, gavião, macaco prego, jiboias, papagaio, raposa, jacu, jabuti e seriema. Os
jacus encontrados são da espécie Penélope Jacucaca, e estão como vulneráveis na lista da
União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais de 2015 e na lista do Ministério do Meio Ambiente (MMA) nos estados de Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Piauí. De acordo com a PRF, o proprietário do estabelecimento não possuía autorização ambiental.

Ainda segundo informações da polícia, alguns animais foram soltos em reservas e outros foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, onde passaram por avaliação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here